Seca castiga Estado e Corsan mantém horário de racionamento de água em Vacaria

Expectativa é de que haja redução de até 30% no consumo de água na cidade, passando de 10 mil para 7 mil metros cúbicos de água por dia.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O município de Vacaria passou pelo primeiro dia de racionamento de água, que teve início às 18horas desse domingo, dia 27 e término às 10horas desta segunda-feira, dia 28. A população só será abastecida durante oito horas por dia em razão da falta de chuvas nos Campos de Cima da Serra.

O Rio Grande do Sul ainda registra 143 municípios em situação de emergência em consequência da estiagem, que atinge o Estado desde novembro do ano passado, segundo a Defesa Civil estadual. Além de Vacaria, Bagé, Erechim, Benjamin Constant do Sul, Floriano Peixoto e Centenário também enfrentam racionamento.

O horário de início do corte no abastecimento, no entanto, gerou descontentamento em Vacaria, já que os moradores ficam sem água justamente quando retornam do trabalho.

A Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan afirma que vai manter este período de racionamento pelo menos na primeira semana, para depois analisar a necessidade de alguma mudança.

A Corsan ressalta que o desligamento dos registros ocorre às 18 horas, mas dependendo de cada casa, pode haver água para consumo até duas horas além desse horário.

A expectativa é de que haja redução de até 30% no consumo de água na cidade, passando de 10 mil para 7 mil metros cúbicos de água por dia. A companhia avaliou a estiagem deste ano como a pior das últimas seis décadas na região.

Informações de Correio do Povo

FOTO: reprodução /  Corsan

Compartilhar

Justiça libera atendimento na emergência do Hospital Conceição, mesmo com problemas de superlotação

Avançar »

Índios ocupam prédio de secretaria no RS para cobrar atenção à saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*