Protestos da BM com queima de pneus continuam após adiamento das negociações

Coronel Sérgio Roberto de Abreu, comandante-geral da BM, intercedeu pela categoria e solicitou que a negociação seja mantida.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Um dia após o anúncio do Governo do Estado de que adiaria as negociações salariais com os representantes da Brigada Militar – BM até o fim da queima de pneus como ato de protesto, mais sete foram registrados nesta sexta-feira, dia 02.

Uma das barricadas desta sexta foi registrada na Estrada da Integração, que liga Lomba Grande ao centro de Novo Hamburgo. Por cerca de meia hora, a estrada ficou interrompida.

Diante da decisão da Casa Civil, o comandante-geral da BM, coronel Sérgio Roberto de Abreu, intercedeu pela categoria e solicitou que a negociação seja mantida.

Protestos foram registrados também na BR-101, em Osório, e na BR-285, em Carazinho. Por volta das 6h desta manhã, houve queima de pneus na ERS-239, em Parobé, no viaduto de acesso à cidade, no Vale do Paranhana. O trânsito foi interrompido no sentido Taquara-Sapiranga por mais de meia hora.

Em Sarandi, no norte, a rodovia ficou bloqueada durante 20 minutos, a partir das 2h30min. No local, a Polícia Rodoviária Federal encontrou um faixa que dizia: “Aumento BM, ou greve já”.

Já na serra gaúcha, por volta da meia-noite, pneus em chamas foram postos nos km 102, em Garibaldi, e 109, em Farroupilha, da RSC-453. Em um dos locais, uma faixa foi estendida com os dizeres: “Brigada Militar vai parar, reajuste já. Reclamações no site da corporação. Desculpa gauchada”.

Informações de ZeroHora.com

FOTO: divulgação / PRF

Compartilhar

De 11 lojas com contratos vencidos no aeroporto Salgado Filho, três fecham

Avançar »

Ventania deixa mais de 30 mil clientes sem luz

Um comentário

  1. jose francisco silveira
    10 de setembro de 2011

    O PT (Partido dos Trabalhadores),é o pior governo para tratar do seu funcionario público, pois em campanha promete mundos e fundos e na hora de honrar os seus compromissos, não o faz. O que eles sabem fazer mesmo é enganar seus funcionarios eleitores para chegar ao poder. Que vergonha para o nosso Estado, onde paga o menor salario do país aos policiais militares.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*