Sindimetrô anuncia paralisação de 24 horas nas atividades do Trensurb

Exigência é a manutenção da carga horária, que hoje é de 36 horas semanais. Empresa deseja elevar para 40 horas semanais.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Sindicato dos Metroviários do Rio Grande do Sul – Sindimetrô anunciou nesta quarta-feira, dia 17, após assembléia geral, que os trabalhadores irão paralisar as atividades do Trensurb por 24 horas a partir da meia-noite desta quinta-feira, 18.

A paralisação afeta cerca de 170 mil pessoas que utilizam diariamente o meio de transporte. Conforme o diretor jurídico do Sindimetrô, Leonardo Miranda Freitas, a exigência da categoria é a manutenção da carga horária, que hoje é de 36 horas semanais. Segundo ele, a empresa afirmou que irá cumprir com o aumento salarial de 6,36%, exigido pelos metroviários, mas quer elevar a carga horária para 40 horas semanais.

De acordo com o sindicato, a paralisação será total durante a quinta-feira, e a categoria irá se reunir neste dia para avaliar os resultados da interrupção das atividades. O Trensurb deve voltar às atividades na sexta-feira, 19.

Segundo o presidente da Trensurb, Humberto Kasper, o normal é que o Ministério Público exija ao sindicato as condições mínimas de operação, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Informações de ZeroHora.com

FOTO: ilustrativa / meutransporte

Compartilhar

Destino de recursos de pedágios é discutido em audiência pública

Avançar »

Nova resolução do Cetran/RS prevê recolhimento da carteira de motorista durante exames

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*