Governador anuncia concurso para contratação de dois mil policiais militares

Tarso Genro anunciou também a criação de um Grupo de Trabalho para avaliar a questão da separação dos Bombeiros da Brigada.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A contratação de dois mil policiais militares e a criação de um grupo de trabalho para debater a autonomia administrativa do Corpo de Bombeiros foram os destaques da primeira edição de Governador Responde, iniciativa que faz parte do Gabinete Digital do governo.

Durante 23 dias, perguntas foram enviadas, e a mais votada, com 858 votos, foi “qual a posição do Governo do Estado com relação a separação dos Bombeiros da Brigada Militar, criando assim o Corpo de Bombeiros Militar?”.

O governador Tarso Genro detalhou um conjunto de iniciativas para a área da Segurança Pública. Entre elas, a abertura de concurso para contratação de dois mil policiais militares, sendo que 600 destes serão destinados ao reforço do efetivo do Corpo de Bombeiros. A elaboração do edital e os prazos para implementação do concurso estarão a cargo da Secretaria de Segurança e do Comando da Brigada Militar.

Sobre a questão específica da autonomia administrativa do Corpo de Bombeiros, o governador anunciou a criação de um Grupo de Trabalho – GT, coordenado pelo Piratini, para discutir tecnicamente o processo.

“Devemos avaliar qual o significado dessa autonomia, porque ela pode ser administrativa, para valorizar, investir e qualificar o corpo de funcionários, ou pode significar a separação dos bombeiros da Brigada Militar, o que implicaria em uma série de questões, inclusive de natureza constitucional”, explicou.

Tarso disse ainda que o governo encaminhará a revogação da norma que proibiu o uso da tradicional camisa vermelha como uniforme dos Bombeiros que, na opinião do governador, confere identidade e valoriza a categoria como um todo. O anúncio de Tarso Genro pode ser conferido na íntegra na página do Gabinete Digital.

Informações de PCI Concursos

FOTO: reprodução

Compartilhar

Inverno chegando: Cremers aconselha médicos a não aceitarem pacientes “menos graves”

Avançar »

Média de multas para motoristas alcoolizados sobe 67,74% no RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*