Gauchão 2011: Noia perde no Vale e Inter vence no Gigante

Em pleno Estádio do Vale, o Novo Hamburgo foi surpreendido pelo Veranópolis, que manteve os 100% de aproveitamento. Já no Beira-Rio, o Inter sofreu, mas venceu o Porto Alegre pelo placar de 1 a 0.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Surpresa, irritação, sofrimento e comemoração! Esses foram os sentimentos dos torcedores Anilados e Colorados no Estádio do Vale e no Beira-Rio, respectivamente.

No Vale o Novo Hamburgo foi surpreendido pelo Veranópolis e perdeu por 2 a 1. Já no Gigante o Inter B sofreu, mas venceu a primeira neste Gauchão.

No entardecer desta quarta-feira, 19, Novo Hamburgo e Veranópolis entraram em campo no Estádio do Vale para manter os 100% de aproveitamento neste Gaúchão 2011. Melhor para o VEC que desceu a serra gaúcha e surpreendeu o Anilado.

Èber, aos 23 minutos, e Rodrigo Ninja, aos 42 minutos, marcaram os dois gols do Veranópolis. Os gols irritou a torcida Anilada, pois os dois gols foram feitos de cabeça, de dentro da pequena área. No segundo tempo o técnico Gilmar Iser modificou o Noia, mas a postura de bola alçada para a área não mudou.

De tanto insistir o Novo Hamburgo chegou ao gol de desconto. , Aos 23 minutos, Márcio Hahn cobrou falta na cabeça de Gustavo Papa que escorou para Cláudio Luiz brigar com o goleiro, na disputa a bola sobrou para Fernando descontar.

Depois do gol o Anilado não teve calma para buscar o empate. A torcida Anilada apoiou, mas os jogadores não conseguiram transformar as boas oportunidades em gol.

Agora o Noia enfrentar o Pelotas no próximo sábado, 22, às 20h30min, no Estádio do Vale. A vitória diante da equipe da zona sul do estado é fundamental para não deixar os adversários distanciarem nesta Taça Piratini.

Ficha do Jogo:

Novo Hamburgo (1): Aranha; Cláudio Luiz, Fernando e Lino; Cléberson(Michel), Almeida, Márcio Hahn, Rodrigo Mendes (Gustavo Papa); Juninho e André Luiz. Téc.: Gilmar Iser.

Veranópolis (2): Luiz Muller; Fininho (Dirlei), Anderson Bill, Dema e Rodrigo Ninja; Sananduva, Alê, Neto e Marcos Paraná; Jean Michel (Raullen) e Eber (Gilson). Téc.: Édson Porto.

Gols: Èber (VEC), aos 23 min, e Rodrigo Ninja (VEC), aos 42 min do primeiro tempo. Fernando (NH), aos 23 min, da segunda etapa.

Porto Alegre – Simultaneamente ao Estádio do Vale, o Inter enfrentou o Porto Alegre, no estádio Beira-Rio. A equipe Colorada dominou o jogo, perdeu muitas oportunidades, mas mesmo fazendo os torcedores sofrerem nas arquibancadas em obras do estádio Beira-Rio, venceu o Porto Alegre por 1 a 0.

O gol que tirou os colorados do sufoco foi assinalado por Ricardo Goulart, aos 12 minutos do segundo tempo. O camisa 11 Colorado aproveitou um rebote, depois da falta cobrada por Guto, e de cabeça fez o primeiro gol do Inter B no Gauchão 2011.

Ficha do Jogo:

Inter (1): Muriel, Daniel, Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves, Massari,  Juliano, Elton (Augusto),  Marquinhos (Thiago Humberto),  Ricardo Goular (Lucas Roggia),  Wagner Libano, Guto. Téc.: Enderson Moreira.

Porto Alegre (0): Giovani,  Airton,  André Ribeiro,  Mailson,  Sityá,  Rodolfo (Yuri),  André Luiz, Cauê (Michel),  Alix,  Bruno Moraes,  Toledo (Igor). Téc.: Marcelo Rospide.

Gol: Ricardo Goulart (I), aos 12 do segundo tempo.

FOTO: Criação novohamburgo.org

Compartilhar

Polvo Paul será eternizado com monumento na Alemanha

Avançar »

Gauchão 2011: Grêmio sofre gol no fim e empata em Erechim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*