• Visualizações 4229

Arena do Grêmio é incluída em projeto de isenção de impostos

Custos de construção serão reduzidos por emenda que beneficia tanto a Arena quando o Beira-Rio; Porto Alegre terá dois estádios nas condições técnicas exigidas pela Fifa para uma Copa do Mundo.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Arena do Grêmio terá seus custos de construção reduzidos. Ela foi incluída no projeto aprovado pela Câmara Municipal de Porto Alegre que trata da isenção de impostos municipais.

Os vereadores de Porto Alegre aprovaram a medida nesta quarta-feira, 16 de junho, em proposta que atende exigências da Fifa em relação às cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Com o texto do projeto, também foi aprovada a emenda de número 7, que beneficia tanto a Arena do Grêmio quanto as obras do Beira-Rio. O texto trata das operações e serviços necessários à construção, ampliação, reforma ou modernização dos estádios, o que inclui seus estacionamentos e as obras/medidas compensatórias e mitigatórias determinadas pela prefeitura de Porto Alegre.

Com a isenção haverá redução dos custos de construção e modernização dos estádios. De acordo com a Câmara Municipal, a renúncia decorrente da medida proposta será compensada pelo fato de a lei permitir que a cidade tenha dois estádios nas condições técnicas exigidas pela Fifa, o que resultará em investimentos em infraestrutura urbana, mobilidade, saneamento básico, qualificação de pessoal, saúde pública, entre outras.

A compensação também se dará, segundo a prefeitura, pela receita extra que ingressará nos cofres do município decorrente do consumo de bens e serviços pelas milhares de pessoas que chegarão a Porto Alegre atraídas pela Copa de 2014.

Informações de ClicRBS

FOTO: reprodução / Grêmio

Compartilhar

Prefeitura de São Leopoldo abre concurso público

Avançar »

“Para Aquecer o Inverno” beneficia entidades sociais do Vale do Sinos

Um comentário

  1. Henrique Wittler
    17 de junho de 2010

    Ora este beneficio não atinge o Grêmio só a Construtora OAS. O Grêmio tem contrato fixo, não importa o preço do complexo da ARENA a Construtora OAS é obrigada a construir.
    A construtora OAS é a grande beneficida nesta maracutai. Mais beneficiada será se a isenção atingir os 17 prédios junto á ARENA mais os 12 no atual olímpico. Ai sim ganharão milhões. A leei não é clara.
    O Paulo Odone foi muito vivo e manobrou como quiz o Conselho, obtendo lucros já na área do Humaitá que caberia a OAS comprar. Ganharam de presente da GOvernadora de quem Paulo Odone é Secretário. A área do Humaitá que dos 65 hectares apenas 9 serão do Grêmio, vale R$ 700 milhões.
    De quem é o lucro?
    O Grêmio, tenho certtez foi o único prejudicado. O tempo mostrará., mas ai Paulo Odone já morreu e a vida continua.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*