Surpresa: Celso Roth é o novo treinador do Inter

Técnico que estava no Vasco foi anunciado pela direção colorada no final da tarde deste sábado e concede entrevista coletiva na próxima terça-feira, dia 15.

Felipe de Oliveira felipe@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Inter já tem treinador: Celso Roth. Segundo Fernando Carvalho, a opção que restou no mercado após demitir Jorge Fossati.

A notícia surpreendeu o futebol gaúcho no final da tarde deste sábado, dia 12. Ninguém cogitava o técnico que estava no Vasco e foi o escolhido depois que as tentativas de ter Luiz Felipe Scolari, Adilson Batista e Abel Braga frustraram.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o vice-presidente colorado admitiu que a opção por Roth ocorreu depois que inviabilizaram-se as outras alternativas de treinadores “disponíveis no mercado”. Confirmou os contatos com Felipão, Adilson e Abelão.

Elogiou, por outro lado, o profissional que acabou contratando. “O Celso Roth é conhecido nosso de longa data. Vem fazendo excelentes trabalhos”, avalia Fernando Carvalho. “Nos últimos três anos figura entre os três melhores do Brasil.” Cita as últimas campanhas do técnico gaúcho à frente de Grêmio e Atlético-MG como pontos positivos no currículo.

LIBERTADORES – Fernando Carvalho explicou que o histórico de Celso Roth de sempre começar bem o trabalho nos clubes que dirige foi um dos fatores que o levaram a contratá-lo. “Conhece o nosso grupo. Conhece o futebol brasileiro”, acrescenta.

A Taça Libertadores da América também está entre os argumentos, já que o Inter é semifinalista. “Na Libertadores nós vamos jogar contra o São Paulo, que é um clube que ele também conhece”, destaca Carvalho, lembrando ainda do retrospecto de Roth contra os paulistas: quatro vitórias nos quatro últimos jogos. Sobre a fama de “vice” atribuída a seu novo treinador, disse que Abel Braga, campeão da América e do Mundo, sofria o mesmo preconceito quando chegou a Porto Alegre.

Colorados aprovam

Ao contrário do que se poderia imaginar pela rejeição que Celso Roth tem no futebol gaúcho, os colorados não condenam sua contratação. Pelo menos não é o que revela dados de enquete realizada pela Rádio Gaúcha nos minutos que sucederam o anúncio oficial.

Os torcedores se dividiram, é verdade. A maioria, no entanto, apóia. Com mais de 1,5 mil ligações, 59,26% aprovavam e 40,74% eram contrários. No ano passado, quando foi demitido pela direção gremista mesmo fazendo boa campanha na Libertadores, Roth foi motivo de piada depois de perder Gre-Nais consecutivos. Nas arquibancadas, colorados pediam ironicamente para que ele ficasse no Olímpico (foto).

Roth estava no Vasco desde as primeiras rodadas do Brasileirão 2010. Em cinco jogos, conquistou apenas uma vitória – justamente contra o Inter, em São Januário. A direção vascaína, aliás, manifestou irritação ao receber o pedido de demissão. Afinal, o trabalho no Rio de Janeiro estava apenas começando.

Nos últimos anos, o gaúcho foi vice-campeão brasileiro em 2008 com o rival Grêmio e na edição seguinte da competição nacional arrancou muito bem com o Atlético-MG, liderando durante várias rodadas, mas sequer conquistou a vaga na Libertadores no final.

APRESENTAÇÃO – Celso Roth concede entrevista coletiva no Estádio Beira Rio na próxima terça-feira, 15, dia da estréia do Brasil na Copa do Mundo, e começa a trabalhar com o grupo na quinta-feira. Virá acompanhado do seu auxiliar técnico Humberto Ferreira. O treinador trabalhou no Beira Rio entre 1996 e 98 e também em 2002. Os preparadores físicos Fábio Mahseredjian, Flávio Soares e Élio Carravetta e o preparador de goleiro Clemer permanecem na comissão técnica.

Com informações da Imprensa do S.C. Internacional

FOTO: reprodução / S.C. Internacional

Compartilhar

Previsão de sol entre nuvens para Região Metropolitana no fim de semana

Avançar »

Semana começa com previsão de chuva e frio no Rio Grande do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*