Novo Sistema Integrado de Transporte é apresentado a secretários

O andamento do projeto foi exposto às secretarias de Transporte e Mobilidade Urbana de cidades como Novo Hamburgo e região. –

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Trensurb apresentou, na sexta-feira, dia 28 de maio, o andamento do projeto do Novo Sistema Integrado de Transporte no Eixo Norte/Nordeste aos secretários de Transporte e Mobilidade Urbana das cidades de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Cachoeirinha e Gravataí.

Segundo o coordenador Institucional do Projeto e Secretário de Transporte e Mobilidade Urbana de Canoas, Luiz Carlos Bertotto, o objetivo do encontro é apresentar os avanços do trabalho, além de fortalecer a idéia principal, que é a integração dos municípios. “Temos que formar um grupo mais político, que discuta as relações entre as prefeituras para que possamos levar o projeto adiante”, disse Bertotto.

Os representantes de cada prefeitura receberam relatório preliminar para o acompanhamento dos estudos técnicos realizados pelo Grupo de Trabalho da Trensurb, abordando assuntos como os benefícios da integração no transporte para municípios e população, andamento do estudo de implantação, diagnósticos, prognósticos e pesquisas.

Os principais benefícios do Sistema Integrado são: amento da quantidade de passageiros transportados pelo trem, eliminação da concorrência e da sobreposição de oferta nos corredores, melhor aproveitamento da oferta de transporte coletivo, redução dos custos de operação, redução dos tempos de viagem dos usuários, redução dos custos tarifários.

Mobilidade urbana integrando municípios

Para o diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, “a expectativa é que as prefeituras possam ter uma única licitação para o sistema ao invés de cada prefeitura ter a sua”, dando agilidade ao processo e garanta uma implantação a médio prazo.

O diretor de Mobilidade Urbana de São Leopoldo, Sandro Della Mea Lima, ressaltou, na mesma linha de pensamento dos demais presentes, a importância do trabalho que está sendo desenvolvido.

“Creio que nunca se conseguiu fazer um estudo dessa amplitude. Esse trabalho possui o diferencial de nos ajudar a formular o desenho estrutural da mobilidade urbana. É importante que os municípios se unam na busca da execução deste projeto”, disse Sandro.

Para os próximos meses, foram previstas mais reuniões entre a Trensurb e os municípios, com a finalidade de que todos os envolvidos acompanhem o desenvolvimento do projeto, que tem previsão de conclusão dos estudos técnicos em novembro deste ano.

Também estiveram presentes, pela Trensurb, o superintendente de Desenvolvimento e Expansão, Humberto Kasper; o diretor de Administração e Finanças, Ney Michelucci; o diretor de Operações, Paulo Renato Amaral; o superintendente de Desenvolvimento Comercial, Ernani da Silva Fagundes e o gerente de Mobilidade Urbana, Sidemar Francisco da Silva, além dos membros do Grupo de Trabalho da Trensurb responsáveis pela coordenação do projeto, Aldir Seifried e Rita de Cássia Zignani.

Informações Comunicação Trensurb S/A

FOTO: reprodução / Trensurb S/A

Compartilhar

Frio chega de vez ao Rio Grande do Sul

Avançar »

Defesa Civil alerta que temperatura pode chegar a zero grau

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*