Temporal deixou cerca de 2,4 mil residências danificadas no Rio Grande do Sul

 Governo do Estado enviou 14,2 mil itens, entre telhas, kits de forros de cama, cestas básicas e kits de limpeza

 

 
Com 150 mil pessoas afetadas indiretamente, o temporal que ocorreu na última segunda-feira, 7,  deixou ao menos 2,4 mil residências danificadas no Rio Grande do Sul. Para auxiliar na reconstrução, o governo gaúcho enviou 14,2 mil itens, entre telhas, kits de forros de cama, cestas básicas e kits de limpeza. Cerca de 520 pessoas estão desalojadas e 20 casas foram totalmente destruídas. Os municípios de Itaara, Victor Graeff, Frederico Westphalen, Ibirubá e Porto Xavier, decretaram situação de emergência.

O material começou a ser enviado já na terça-feira, 8, para as localidades que decretaram emergência, e também aos municípios de Herval, Pedras Altas e Ernestina. São 12,6 mil telhas de 4 e 6 milímetros, que vão substituir o material varrido pelos ventos de até 110 quilômetros horários ou pela chuva de granizo. Também foram remetidas 500 cestas básicas, 600 kits de forros de cama e 500 kits de limpeza.

O levantamento da Defesa Civil informa que os ventos de 70 quilômetros por hora deixaram mil residências danificadas em Itaara, que também teve 300 pessoas desabrigadas e 2,8 mil afetadas. Já em Victor Graeff, o temporal deixou 300 residências com avarias, além de 100 desalojadas e 2 mil afetadas. No município de Porto Xavier, os ventos de 80 quilômetros horários danificaram 56 casas.

 

Segundo o subchefe da Defesa Civil, coronel Joel Prates Pedroso, além do acompanhamento permanente da situação, o governo do Estado vai ajudar na reconstrução com o encaminhamento de itens demandados através do Comitê de Ação Solidária e Defesa Civil dos municípios. Também está protegendo o patrimônio, com envio de lonas, entre outras providências de urgência.

Compartilhar

Municípios recebem mais de R$ 900 mil para o Primeira Infância Melhor

Avançar »

Exposição de fotos mostra Paris em preto e branco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*