• Visualizações 1140

Líder do PT, senador Delcídio do Amaral é preso

O líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), foi preso na quarta-feira, 25 de novembro, Delcídio foi preso acusado de obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Segundo as investigações, ele tentava conturbar o trabalho da equipe que investiga o megaescândalo de corrupção na Petrobras.

Delcídio chegou a oferecer uma mesada de R$ 50 mil para que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró não fechasse acordo de delação premiada e deixasse o país.

Também foi preso o banqueiro André Esteves, do BTG Pactaul, acusado de que seria o financiador do plano de fuga de Cerveró. As prisões são o primeiro resultado do acordo de delação que Cerveró fechou com a Procuradoria Geral da República.

Ele já havia tentado fechar o acordo duas vezes, mas os procuradores resistiam porque viam nele “um jogador” que escondia fatos importantes para a investigação da Lava Jato.

À noite, o Senado decidiu, em votação aberta, pela manutenção da prisão de Delcídio –o resultado foi 59 votos a favor, 13 contra e uma abstenção.

Os senadores gaúchos Ana Amélia Lemos (PP), Lasier Martins (PDT) e Paulo Paim (PT) votaram a favor da decisão do STF.

Compartilhar

Bebê é abandonado em manjedoura

Avançar »

Município inicia campanha pelo fim da violência contra a mulher

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*