• Visualizações 567

“PMDB precisa definir candidato,” diz Pedro Simon

Nacionalmente, PMDB é aliado do governo petista. No Estado, sigla é a principal opositora de Tarso Genro (PT) na Assembleia Legislativa.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter) 

Assim como em 2010, o PMDB inicia atrasado mais um ano eleitoral. Antes mesmo de escolher o nome do candidato ao Palácio Piratini, a sigla se divide no debate sobre apoiar ou não a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

Nacionalmente, o PMDB é aliado do governo petista. No Estado, entretanto, a sigla é a principal opositora de Tarso Genro (PT) na Assembleia Legislativa.

Liderança máxima dentro do PMDB gaúcho, o senador Pedro Simon, acredita que o partido deve escolher logo o nome de seu candidato ao governo do Estado. “O PMDB tem facilidade de encontrar aliados, mas temos que decidir quem será o candidato para fazer essa composição. É natural a nossa candidatura estar posta logo.”

“Eu saí da Executiva e agora não fica bem ficar criticando. Reconheço que os companheiros estão se esforçando. O PMDB é talvez o partido que tenha mais nomes para lançar ao Piratini e ao Senado.”

José Ivo Sartori

Apesar de estar afastado das reuniões oficiais do partido, o senador afirmou que conversa frequentemente com lideranças peemedebistas sobre os rumos da sigla.

Ele apoia o lançamento do nome do ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori ao Palácio Piratini e aponta que o candidato é quem deve escolher a qual presidenciável emprestará seu palanque no Estado.

“Eu nunca falei nem a favor, nem contra a Dilma Rousseff, mas o candidato que eu tenho simpatia, que é o ex-prefeito de Caxias do Sul, é contrário (a apoiar Dilma) e eu defendo a candidatura dele.”

Em 2010, o nome de José Fogaça foi lançado às pressas após Germano Rigotto desistir de concorrer ao governo do Estado. Durante aquela campanha eleitoral, a sigla optou por manter a chamada “imparcialidade ativa”, sem apoiar oficialmente um candidato ao Palácio do Planalto. Apesar disso, a maioria dos peemedebistas gaúchos fizeram campanha para o tucano José Serra.

Informações de CP

FOTO: reprodução / Geraldo Magela / SF

Compartilhar

Menina que se acidentou no aeroporto do Galeão recebe alta

Avançar »

Nesta quarta, Receita paga lote residual de restituições do IR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*