Movimento de consumidores nas lojas cresce 0,2% no mês de julho

Maiores avanços foram vistos nas lojas de veículos, motos e peças (1,0%), de combustíveis e lubrificantes (0,4%) e de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática. 

 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O movimento dos consumidores nas lojas avançou 0,2% na comparação com junho, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio.

Os maiores avanços foram vistos nas lojas de veículos, motos e peças (1,0%), de combustíveis e lubrificantes (0,4%) e de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática (0,2%).

Os segmentos que tiveram recuos foram os de material de construção (-0,2%) e o de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-0,1%).

Segundo os dados, na comparação com julho de 2012, o movimento no comércio de varejo ficou estável. No acumulado do ano foi registrada alta de 6,8%, com influência dos segmentos de combustíveis e lubrificantes (7,4%), de móveis, eletroeletrônicos e informática (6,0%) e o de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (6,0%).

Os segmentos de veículos, motos e peças e de tecidos, vestuário, calçados e acessórios apresentaram desempenhos semelhantes (3,8% e 3,6%, respectivamente) e o de material de construção exibiu expansão de 2,2% no período.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o crescimento verificado no mês pode ser considerado moderado considerado o cenário econômico de queda do poder aquisitivo do consumidor, inflação, juros altos e crédito seletivo.

“Chama a atenção que os dois maiores crescimentos de atividade no mês são de setores interligados: veículos, motos e autopeças (1%) e combustíveis e lubrificantes (0,4%). A data-base, negociação salarial, de classes de trabalhadores representativas (bancários, metalúrgicos etc.) neste segundo semestre, as promoções das montadoras e o lançamento dos modelos 2014 podem ter alavancado o movimento nesses segmentos”.

Informações de agência brasil

FOTO: reprodução / jb.com.br

Compartilhar

José Sarney é transferido para a UTI após problema pulmonar

Avançar »

Mais de 50% da população brasileira conhece uma mulher que já foi agredida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*