Mortes em assaltos em bancos crescem 11,1% no primeiro semestre

Pesquisa elaborada com o apoio técnico do Dieese, mostra que o total de vítimas passou de 27 para 30. Clientes continuam sendo as principais vítimas.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O número de mortes em assaltos envolvendo bancos no país cresceu 11,1% no primeiro semestre deste ano na comparação com igual período do ano passado, aponta levantamento, divulgado nesta sexta, dia 19, pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro – Contraf e a Confederação Nacional dos Vigilantes – CNTV.

A pesquisa, elaborada com o apoio técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – Dieese, mostra que o total de vítimas passou de 27 para 30. O estado que concentra maior número de casos (46%) é São Paulo, com 14 mortes.

Os clientes continuam sendo as principais vítimas dos assaltos envolvendo bancos. Foram 21 casos no primeiro semestre deste ano, um aumento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os vigilantes aparecem em seguida, com quatro mortes. Segundo a CNTV, existem cerca de 700 mil vigilantes no país, sendo que 25% trabalham em instituições bancárias.

Informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução / Piauífp

 

Compartilhar

Internado em São Paulo, Thiaguinho não tem previsão de alta

Avançar »

Jornada Mundial da Juventude começa oficialmente no Rio com feira vocacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*