Anatel pode punir operadoras durante a Copa das Confederações

Durante o jogo de abertura, no último sábado, dia 15,em Brasília. Segundo a agência, o serviço funcionou de forma intermitente, e problemas serão informados à Superintendência.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel informou nesta terça, dia 17, que constatou problemas no serviço de telefonia celular durante o jogo de abertura da Copa das Confederações, disputado no último sábado, dia 15, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

Segundo a agência, o serviço funcionou de forma intermitente, e os problemas serão informados à Superintendência de Acompanhamento e Controle, que tomará as providências cabíveis.

“A Anatel tem realizado encontros frequentes com os responsáveis pelas redes de telecomunicações para garantir que seu funcionamento seja o melhor possível durante os grandes eventos, como é o caso da Copa das Confederações. Se forem constatadas irregularidades tecnicamente não justificáveis por parte das prestadoras dos serviços, com impacto sobre seus indicadores de qualidade, há possibilidade de instauração de processos administrativos, com aplicação de sanções”, disse, em nota, a agência.

A Anatel informou à Agência Brasil que tem 22 fiscais em ação na Copa das Confederações para acompanhar o desempenho e o tratamento das ocorrências nas redes nos estádios e imediações.

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou que ainda espera receber mais informações das operadoras de telefonia para se manifestar sobre o funcionamento dos serviços nos três jogos já realizados pela Copa das Confederações.

Fiscais da Anatel também estão trabalhando nos estádios nos dias de jogo para fiscalizar o uso do espectro usado principalmente pelas empresas de broadcasting. Eles verificam a certificação dos equipamentos e as autorizações de uso de radiofrequência, como câmeras e microfones sem fio, rádios, links de satélite e antenas de micro-ondas. Esses fiscais, em média 16 por estádio, estão aptos para resolver casos de interferência entre as emissoras, se houver.

Informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução / Folha

Compartilhar

Programa Minha Casa Melhor já beneficia quase 12 mil famílias em quatro dias

Avançar »

“Era outro contexto”, justifica Ronaldo sobre vídeo em que diz que “não se faz Copa do Mundo com hospital”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*