Programa Minha Casa Melhor já beneficia quase 12 mil famílias em quatro dias

Terão direito ao benefício quem estiver em dia com as prestações do Minha Casa, Minha Vida. Entre os móveis que poderão ser adquiridos estão lavadora, camas e TV.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Quase 12 mil pessoas contrataram crédito para financiar a compra de móveis e eletrodomésticos desde o lançamento da linha de financiamento especial do programa Minha Casa Melhor, realizada na última quarta-feira, dia 12.

A iniciativa visa auxiliar beneficiários do Minha Casa, Minha Vida. Ela permite que famílias financiem até cinco mil reais, com taxa de juros de 5% ao ano e prazo de até 48 meses para pagar, havendo desconto de 5% na nota fiscal sobre os preços à vista e. Podem fazer parte da iniciativa aqueles que estiverem em dia com as prestações do Minha Casa, Minha Vida, independentemente da renda.

Para ter acesso à linha de crédito, as famílias que assinaram o contrato e receberem a casa do Minha Casa, Minha Vida precisam pedir o cartão da Caixa para financiar a compra dos móveis e dos eletrodomésticos. Aqueles que entrarem para o programa a partir de agora receberão o cartão de compras após assinar o contrato da casa nova.

Dilma Rousseff ainda disse que o cartão pode ser usado em quase 13 mil lojas credenciadas no Brasil e que a partir da liberação do crédito, os recursos podem ser usados no prazo de um ano. Entre os itens que poderão ser comprados estão geladeira, fogão, lavadora de roupas automática, computador, TV digital, guarda-roupa, camas de casal e de solteiro, mesa com cadeiras e sofá. O governo espera que o financiamento beneficie 3,7 milhões de famílias.

Para solicitar o crédito e ter mais informações sobre o Minha Casa Melhor basta entrar em contato através do telefone 0800-7268068. Os interessados também podem contratar o serviço ou esclarecer dúvidas diretamente nas agências da Caixa e do Banco do Brasil. O site do programa na internet é www.minhacasamelhor.com.br.

Informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução / redecol.com.br

Compartilhar

Protestos: Alckmin diz que “possíveis abusos” da polícia serão investigados

Avançar »

Anatel pode punir operadoras durante a Copa das Confederações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*