• Visualizações 613

Carnaval no Rio de Janeiro contará com 1.070 garis por dia

Neste ano a Comlurb instalou 1.100 contêineres na Passarela do Samba para descarte de lixos. Outros 100 são ser colocados no Terreirão do Samba.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Quase 1.070 garis vão trabalhar diariamente durante o carnaval deste ano na limpeza dos locais por onde passarão os blocos de rua. O trajeto vai desde o Sambódromo, do centro da cidade do Rio de Janeiro, e da Estrada Intendente Magalhães, localizada na Zona Norte.

A estimativa do presidente da Comlurb – Companhia Municipal de Limpeza Urbana, Vinícius Roriz, é que em 2013 seja retirada a mesma quantidade de lixo deixada nas ruas durante o carnaval do ano passado. Apenas nos lugares onde passaram os blocos de rua e da Passarela do Samba foram removidas cerca de mil toneladas de resíduos durante o evento. Já para o recolhimento do lixo dos blocos, foram contratados 300 garis por dia. O desfile do Bloco da Preta, conduzido pela cantora Preta Gil, gerou aproximadamente 17 toneladas de detritos. E na área do Sambódromo e arredores, o trabalho para assear as ruas englobará 600 garis diariamente a partir desta quinta-feira, dia 07.

O processo de limpeza inicia logo após passagem dos blocos. Caminhões compactadores recolhem o material, que é colocado nos contêineres espalhados ao longo do percurso. Enquanto isso, grupos responsáveis pela higienização vêm atrás dos blocos com pulverizadores e carros-pipa para lavar as ruas “O processo de limpeza tem que ser rápido, porque é preciso liberar a via imediatamente após a passagem do bloco”, explica Roriz.

De acordo com presidente da Comlurb, reforça que esta iniciativa não depende apenas deles “É muito importante que cada um faça a sua parte nesse processo”. Explica. “a gente pede que o folião tenha uma atitude positiva, depositando a sujeira nos contêineres  evitando ter uma destinação inadequada para o resíduo, seja na rua, seja no canteiros”.

Informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução / noticias.r7.com

Compartilhar

TV digital e banda larga para todos: plano mais perto da realidade

Avançar »

OMS critica internação compulsória de viciados em crack

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*