• Visualizações 623

Câmara aprova Ministério da Micro e Pequena Empresa

Proposta segue para votação no Senado. Segundo cálculos de integrante do governo, a criação da nova  pasta terá um impacto de R$ 7,9 milhões no Orçamento do próximo ano.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Câmara aprovou nesta quarta-feira, dia 07, o projeto que cria a Secretaria Especial de Micro e Pequena Empresa, que terá status de ministério.

A proposta segue para votação no Senado. Segundo cálculos de integrante do governo, a criação da nova pasta terá um impacto de R$ 7,9 milhões no Orçamento do próximo ano. Ao todo serão criados 68 cargos de comissão, ou seja, que não precisam de concurso público para ser ocupado.

Do total de cargos, um será destinado ao futuro ministro e outro ao secretário-executivo, o segundo na hierarquia da pasta. A medida foi aprovada por 300 votos a favor, 45 contra e uma abstenção. No plenário, integrantes da oposição se posicionaram contra ao que chamaram de “cabide de emprego para aliados”.

A criação do novo ministério é uma promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff e sua aprovação ocorrer a um mês do final da disputa das eleições municipais de outubro. A nova pasta terá competências relacionadas à formulação de políticas e diretrizes de apoio à microempresa, à empresa de pequeno porte e ao segmento do artesanato.

A criação da pasta vai possibilitar mais uma frente de negociação com os partidos da base aliada ou ainda a aproximação de algum partido ao governo. Entre os nomes da sigla cotados para assumir um ministério estão os do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, Paulo Safady, da senadora Katia Abreu (PSD-TO), do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, e do próprio presidente do PSD e prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Informações de Folha de São Paulo

FOTO: reprodução / Uol

Compartilhar

Projeto de lei pode mudar a distribuição dos royalties do petróleo

Avançar »

Depois de sete anos, investigação sobre negócios de filho de Lula é arquivada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*