• Visualizações 675

Na comparação com janeiro de 2011, geração de empregos recua 21,82%

Ano passado terminou com saldo de 1,94 milhão de novas vagas, abaixo da meta do governo de criar 2,4 milhões de postos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged do Ministério do Trabalho divulgados nesta quinta-feira, dia 23, apontam que o Brasil gerou 118.895 empregos com carteira assinada no mês de janeiro.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando o saldo chegou a 152.091 vagas, houve queda de 21,82%. O melhor resultado para meses de janeiro foi registrado em 2010, quando o saldo ficou em 181.419 empregos formais.

No mês passado, o total de pessoas admitidas chegou a 1,71 milhão e o de demitidas, a 1,59 milhão. O ano de 2011 terminou com um saldo de 1,94 milhão de novas vagas, abaixo da meta do governo de criar 2,4 milhões de postos de trabalho.

O setor de serviços foi o que teve o melhor saldo de empregos, com a criação de 61.463 vagas. Em seguida, vêm a construção civil, com 42.199 postos de trabalho; e a indústria de transformação, com 37.462. Já os setores que obtiveram o pior desempenho em janeiro foram comércio, com 36.354 postos de trabalho fechados, e a administração pública, com queda de 370 empregos.

Informações de Agência Brasil

FOTO: Jorge Rosenberg / Veja

Compartilhar

Caso Eloá: Defesa de Lindemberg pede redução de pena e anulação do julgamento

Avançar »

Economia gerada pelo horário de verão pode chegar a R$ 100 milhões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*