• Visualizações 3565

Caso Eloá: Defesa de Lindemberg pede redução de pena e anulação do julgamento

Argumentos da advogada Ana Lúcia Assad são a não inclusão de um pedido no julgamento e “cerceamento de defesa”.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Redução de pena e anulação de julgamento que condenou Lindemberg Alves a 98 anos e 10 meses de prisão pela morte da ex-namorada, Eloá Pimentel, em outubro de 2008. É o que pede o recurso com o qual a advogada Ana Lúcia Assad entrou.

Leia Mais

Mesmo condenado a 98 anos de prisão, Lindemberg cumprirá no máximo mais 27 em regime fechado

Foi a própria Ana Lúcia quem confirmou a entrada do recurso, nesta quinta-feira, dia 23. Segundo ela, a alegação para o pedido de anulação do júri foi o “cerceamento de defesa”. Sobre a redução da pena, a advogada alega que a juíza Milena Dias não incluiu no julgamento o pedido da defesa para que Lindemberg fosse julgado baseado no “crime continuado”.

A defesa de Lindemberg entrou com o recurso na tarde de quarta-feira, 22, no Fórum de Santo André, em São Paulo. Uma apelação teria sido anexada ao processo. O recurso com os dois pedidos será encaminhado ao Tribunal de Justiça de São Paulo e será julgado por desembargadores. De acordo com a advogada, o pedido deve ser analisado em no mínimo um ano.

Informações de Veja

FOTO: Nelson Antoine / Fotoarena

Compartilhar

Cheias no Rio Acre: Governo do Estado decreta ponto facultativo

Avançar »

Na comparação com janeiro de 2011, geração de empregos recua 21,82%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*