Salário mínimo sobe para R$ 622 a partir de janeiro

Formato de correção adotado possibilita que valor passe de R$ 800 em 2015. Aumento de R$ 77 custa de R$ 23 bilhões.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A partir de 1º de janeiro de 2012, o salário mínimo brasileiro será de R$ 622, segundo decreto da presidente Dilma Rousseff (PT), assinado nesta sexta-feira, dia 23.

A informação é da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Atualmente, o mínimo é de R$ 545. O novo valor passa a ser pago a partir de fevereiro referente ao mês de janeiro.

A correção do valor, proposta pelo Ministério do Planejamento em novembro, foi aprovada na quinta-feira, 22, pelo Congresso Nacional dentro do Orçamento da União de 2012. Em fevereiro, o Congresso aprovou a política de valorização do mínimo para os próximos quatro anos.

Segundo a regra, os reajustes serão calculados a partir do resultado da inflação do ano mais o resultado do Produto Interno Bruto – PIB dos dois anos anteriores. Se este formato de correção permanecer, o salário mínimo deverá superar a barreira dos R$ 800 em 2015. O texto estabelece ainda que o valor exato será fixado por decreto pela presidente.

A cada R$ 1 de aumento no salário mínimo, os gastos sobem cerca de R$ 300 milhões, segundo números do Governo Federal que estão na Lei de Diretrizes Orçamentárias sancionada recentemente pela presidente Dilma. Ou seja: o aumento de R$ 77 representa uma despesa extra de cerca de R$ 23 bilhões para o governo.

Informações de portal G1

FOTO: ilustrativa

Compartilhar

Greve nos aeroportos poderá contar com 20% dos trabalhadores, determina Justiça

Avançar »

Levantamento estima perda de R$ 14,5 bilhões por acidentes de trânsito

5 comentários

  1. 23 de dezembro de 2011

    Se tratando dos históricos de aumento de salário minino brasileiro ridículos esse ai não ta nem tão mal, aumento bom mesmo é o dos nossos ilustrissimos cara de pau politicos!

    Responder
  2. Tatiana
    23 de dezembro de 2011

    Sóoo issooo,

    péssimooo!

    Responder
  3. roberto aparecido biggi
    24 de dezembro de 2011

    Bom dia.
    Se considerarmos a planilha do custo de vida, a forma em especial que o legislação cuida de seus próprios vencimentos, a riqueza que nosso país produz e compararmos com outros paises mais transparentes e humanos, podemos afirmar sem sombras de dúvidas que 622 está muito distante da realidade.
    Abç
    Roberto Biggi

    Responder
  4. 28 de dezembro de 2011

    muito pouco para nos povo brasileiro estou indiguinada com esse grande aumento para quem tem tanta rigueza isso e uma vegonha pra nos brasileiros cristiane cris

    Responder
  5. josias daniel
    29 de dezembro de 2011

    pago 200 reais de aluguel, 300 reais da feira do mes, 60 reais de luz e 50 reais de agua,e em media 50 reais com medicamentos basicos. total de 660 R$. fora que nao coloquei nenhum valor referente a um lazer para mim. e ai? 622 com os descontos que deve ficar em media 540 da pra fazer o que? pago aluguel porq nao consigo comprar uma casa com esse salario MISERÁVEL, e nem pagar aluguel ta dando. eu tenho VERGONHA desse PAÍS! VERGONHAAAAA!!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*