Aneel aprova sistema de cobrança que deixa conta de luz mais barata

Cada distribuidora de energia definirá um intervalo de três horas entre as 17h e 22h para que o consumo de energia elétrica seja mais caro.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel, aprovou um novo sistema de cobrança de tarifa nesta terça-feira, dia 22. Nele, os consumidores poderão economizar na sua conta de luz. Isso porque terá a chance de reduzir o consumo de energia no horário de pico.

Portanto, no novo sistema, cada distribuidora de energia definirá um intervalo de três horas para que o uso de energia elétrica seja mais caro. Com isso, esse intervalo deve ficar entre as 17h e 22h. A energia, dentro desse intervalo, deve ser então cinco vezes mais cara do que na madrugada, considerada um horário de baixo consumo.

O intervalo que encarece a conta de luz deve beneficiar também o restante do dia, chamado de horário intermediário, que ficará três vezes mais barato. Então, mesmo com as distribuidoras deixando a tarifa mais cara em um intervalo de três horas, os consumidores podem controlar o valor da sua conta, reduzindo o consumo em certos horários. Atualmente, os consumidores pagam a mesma tarifa para todos os horários.

A medida, entretanto, só deve entrar em vigor em 2014, conforme afirmou o diretor da Aneel, Edvaldo Santana. “Essas mudanças vêm modernizar a estrutura da tarifa de energia e dar um pouco mais de responsabilidade aos consumidores para a redução do consumo”, justificou o diretor da agência de energia elétrica.

Aneel deve criar bandeiras tarifárias

Uma nova modalidade, que é opcional, tem vigência a partir de janeiro de 2014. Já em 2013, serão realizados testes simulatórios para saber os valores das tarifas de acordo com as bandeiras para, assim, o consumidor saber se adere ou não ao novo sistema de cobrança de luz. Apenas a iluminação pública e o mercado de baixa renda serão obrigados a utilizar.

As bandeiras tarifárias funcionarão da seguinte maneira: a Aneel criará bandeiras nas cores verde, amarela e vermelha a fim de alertar a sociedade sobre os custos de geração de energia ao longo do tempo. A bandeira verde indicará um cenário de custos baixos para gerar a energia ao consumidor, enquanto a amarela representará o sinal de “atenção” – alertando que os custos de geração estão elevando.

A bandeira vermelha, portanto, indica uma situação de geração mais grave. Ou seja, para suprir a demanda de energia elétrica, estão acionando uma grande quantidade de termelétricas. Portanto, a bandeira vermelha indica um custo mais caro na conta de luz, pois precisa de uma fonte mais cara do que as usinas hidrelétricas.

Informações de Portal G1 e Correio 24 horas

FOTO: Ilustrativa / GettyImages

Compartilhar

PAC 2: 86% das obras na área de transportes estão em ritmo adequado

Avançar »

Bolsonaro pede que presidente Dilma Rousseff “assuma” homossexualidade

4 comentários

  1. marcelo calvi
    24 de novembro de 2011

    Que piada!
    No periodo em que a população precisa consumir energia (horario de pico) para atender as suas necessidades a tarifa fica 5 vezes mais cara e no horário de baixo consumo fica mais barato (apenas 3 vezes), onde esta a redução?

    Teremos que mudar nossa rotina para termos o beneficio da redução? que piada!!!!!!!

    Responder
  2. Ana Paula Souza
    24 de novembro de 2011

    Concordo com você, Marcelo! Estão querendo nos dar atestado de babacas!! É axatamente após o horário das 17h que a família inteira está em casa e consome mais energia! No horário de baixo consumo estão todos trabalhando!! E, por que será que não é reduzido 5 vezes menos já que vai aumentar nessa proporção?? Que piadaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder
  3. PAULO RONEI SAQUETE DA SILVA
    24 de novembro de 2011

    PIADA,
    NO HORARIOS DAS 17HS AS 22HS,CHEGAMOS DO TRABALHO,PRECISAMOS RELAXAR COM BANHO AR CONDICIONADO,ETC..PIADA DE MAL GOSTO,SOU IDIOTA ENTAO..

    Responder
  4. CARMO
    25 de novembro de 2011

    POUCO IMPORTAM COM NOSSA OPNIÃO,POIS É CERTO QUE NO PAÍS DA POUCA VERGONHA NÃO EXISTE PERDÃO PARA O PECADO DA JUSTIÇA,SE NEM A IMPRENSA ESTÃO RESPEITANDO QUANTO MENOS A OPNIÃO PÚBLICA QUE JÁ NÃO SUPORTA TANTOS ESCANDALOS E TANTAS CORRUPÇÕES CRIADAS POR HOMENS ADULTOS QUE TEM ATITUDES DE MOLEQUES,ONDE APROVAM SOMENTE LEÍS QUE ABASTECEM OS COFRES PÚBLICOS SEM NENHUMA NOÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS FUTURAS…

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*