União entra com ação na Justiça para garantir 90% dos funcionários trabalhando nos aeroportos

Greve dos aeroportuários de 48h de duração pode causar danos e União se prontifica entrando com processo para garantir funcionamento dos aeroportos em greve.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Nesta quarta-feira, dia 19, a União entrou na Justiça para garantir que, no mínimo, 90% dos aeroportuários continuem trabalhando nos terminais de Viracopos, Guarulhos e Brasília. Os três mil funcionários destes aeroportos anunciaram uma greve de 48h na quarta-feira.

A greve feita pelos funcionários dos três aeroportos é para protestas contra o modelo de privatização que o governo federal determinou. A ação foi ajuizada pela Advocacia-Geral da União – AGU, na Justiça do Trabalho do Distrito Federal, em nome da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero.

“Há indícios sérios de que estarão indisponíveis os serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da sociedade”, diz argumento da AGU na ação. Caso o prazo de 48h de greve exceda, a AGU pede a aplicação de multa nos aeroportos. Segundo a União, a paralisação do transporte público aéreo prejudica a população brasileira.

Informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução

Compartilhar

Agências da Caixa ampliam seu horário de atendimento até final do mês

Avançar »

Reynaldo Gianecchini faz nova sessão de quimioterapia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*