Bombeiros apontam vazamento de gás como hipótese para explosão em restaurante no Rio de Janeiro

Acidente causou três mortes e feriu 17 pessoas. Corpo chegou a ser projetado para praça Tiradentes, do outro lado da rua.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Uma explosão deixou três mortos e 17 feridos no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira, dia 13. Os bombeiros apontam vazamento de gás como principal hipótese para o acidente.

O comandante do 5º grupamento do Corpo de Bombeiros da cidade, coronel Amaury Simões, afirma que o cenário e as primeiras informações recolhidas no local apontam para um vazamento de grandes proporções na cozinha do restaurante Filé Carioca. “O restaurante ficou fechado no feriado. O chefe de cozinha, ao chegar, teria acendido a luz e causado a explosão”, explicou Simões.

De acordo com uma mulher, que foi levada para prestar depoimento em delegacia, no entanto, no início desta manhã o chefe de cozinha, Antônio, pediu que todos os funcionários deixassem o prédio, pois havia forte cheiro de gás. Ele foi um dos mortos no acidente. O restaurante utilizava botijões de gás de grande porte. Um dos corpos foi projetado para a praça Tiradentes, do outro lado da rua, com a força do deslocamento de ar.

O local fica próximo de um batalhão da Polícia Militar e do Quartel Central do Corpo de Bombeiros, o que facilitou a chegada das equipes de resgate. Perto dali também fica o Hospital Municipal Souza Aguiar, para onde foram levados os 17 feridos. Três deles, segundo os bombeiros, estão em estado gravíssimo. Uma mulher precisou ser levada para o Hospital Miguel Couto.

Prédios vizinhos ficarão interditados até que

se confirme que não há risco de desabamento

Prédios vizinhos também tiveram vidros quebrados. O prefeito Eduardo Paes esteve no local e informou que vários prédios ficarão interditados até que se tenha certeza sobre a ausência de risco de desabamento. “Parece que foi botijão de gás. A Defesa Civil está vendo riscos de desabamento. A princípio, não há risco de iminente. Mas até que seja confirmado, prédios do entorno ficarão interditados”, disse Paes.

O dono de uma loja de CDs que fica a poucos números à frente do Filé Carioca afirmou que há colunas destruídas, o que leva a crer que alguns prédios podem estar condenados. O prédio do restaurante tem sobrelojas e salas comerciais. Há janelas danificadas até a altura do nono andar.

Informações de Veja e Band

FOTO: Marcelo Carnaval / Agência O Globo

Compartilhar

Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida… Por que, mesmo?

Avançar »

Greve dos Correios acaba, mas entregas só serão normalizadas em 10 dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*