Ministério do Trabalho divulga dados que apontam queda na criação de empregos

Em julho de 2011, foram gerados 140.563 empregos formais, contra 182 mil postos no mesmo período do ano passado, segundo Caged.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Foram criados 1,59 milhão de empregos com carteira assinada nos sete primeiros meses de 2011. É o que informam os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta terça-feira, dia 16.

Com isso, houve queda de 14% frente ao mesmo período do ano passado, quando foram abertas 1,85 milhão de vagas, segundo números do governo federal. Em julho, foram gerados 140.563 empregos formais, contra 182 mil postos no mesmo período do ano passado. Em junho, a criação de vagas somou 234 mil, segundo dado revisado do Caged.

Ao anunciar o dado de junho, há um mês, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, havia previsto que a criação de empregos em julho superaria a do mês anterior. No acumulado do ano, foram abertas 1.593.527 vagas. O ministério tem como meta a criação de três milhões de vagas no mês.

Informações de Jornal do Brasil

FOTO: ilustrativa / jornaldesabado

Compartilhar

Crime contra juíza não era segredo

Avançar »

Juíza assassinada reclamou quando TJ reduziu proteção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*