Rodovias federais batem recorde e registram uma morte por hora

Acidentes foram mais violentos em 2010 do que no ano anterior. Para cada 10 mil ocorrências, foram 464 mortos em 2009, contra 471 em 2010.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

As estradas federais de todo o Brasil têm, em média, uma morte por hora. Em 2010, 8,5 mil pessoas perderam a vida nas BRs: um novo recorde trágico nas rodovias, segundo relatório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – Dnit.

O aumento das mortes foi de 15,4% em relação a 2009; a variação é quase o dobro do aumento registrado no fluxo de veículos nas principais estradas do país. Os números recuaram somente em Santa Catarina, Piauí, Distrito Federal, Paraíba e Acre. As estatísticas são alarmantes, e mostram que os acidentes ficaram mais violentos: para cada 10 mil ocorrências, foram 464 mortos em 2009, contra 471 em 2010.

Em 2011, as BRs do Rio Grande do Sul já registram 154 mortes. O chefe da comunicação social da Polícia Rodoviária Federal, Alessandro Castro, reforça que as mortes ocorrem em grande parte nas estradas menos movimentadas.

Informações de ZeroHora.com e Terra

FOTO: ilustrativa / GettyImages

Compartilhar

Transporte público é o meio mais usado, mas com pior índice de satisfação

Avançar »

União estável de homossexuais é reconhecida por unanimidade no Supremo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*