Dilma está com pneumonia

Segundo o médico Roberto Kalil Filho, do Hospital Sírio-Libanês, presidente teve gripe que evoluiu para quadro mais grave.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A presidente Dilma Rousseff (PT) foi diagnosticada com um foco de pneumonia no pulmão esquerdo neste domingo, 1º de maio.

A informação foi confirmada pelo médico Roberto Kalil Filho, do hospital paulista Sírio-Libanês, onde Dilma fez exames. “É um quadro inicial de pneumonia”, garante. “É um quadro comum, rotineiro. Um quadro gripal que foi piorando e foi detectado um foco pneumônico.”

Segundo Kalil Filho, a presidente passou por exames na noite de sábado e nem chegou a ser internada. No domingo, ela retornou ao hospital para uma reavaliação e saiu por volta das 16 horas. O médico diz que Dilma está descansou em um hotel em São Paulo e seu retorno a Brasília era previsto para esta segunda-feira. Medicada com antibióticos, seu quadro de saúde é estável.

Kalil Filho explica ainda que a presidente já tinha uma avaliação clínica rotineira marcada para a próxima sexta-feira e que, em função do quadro de gripe e febre, foi decidida uma antecipação. No Sírio-Libanês, Dilma Rousseff passou por tomografias e exame de sangue. “Foi feita uma avaliação clínica geral, o único problema é a pneumonia”, Revela Roberto Kalil Filho.

Pneumonia foi detectada quinta-feira

Segundo o médico, Dilma já vinha apresentando um quadro de gripe há cerca de 10 dias e o diagnóstico de pneumonia foi feito na quinta-feira em Brasília, através de uma radiografia de tórax, e o tratamento com antibióticos começou imediatamente.

“Os exames estão todos bons, exceto o diagnóstico de pneumonia”, disse Kalil Filho. “Ela é uma pessoa saudável.” Ele disse ainda que a pneumonia “não teve relação nenhuma” com a vacina antigripe tomada por Dilma na segunda-feira. “Foi coincidência”, afirmou. Segundo ele, a presidente não havia tido pneumonia antes.

Nesta segunda-feira, o médico deve fazer uma nova avaliação, mas Dilma não precisará retornar ao hospital. “Ela deverá ir para Brasília amanhã e talvez retorne as atividades com mais calma durante a semana, na terça-feira ou na quarta-feira, depende muito dela.”

Compromissos na segunda-feira

A agenda oficial da presidente divulgada na sexta-feira, 29, informava que ela passaria o final de semana em Brasília, sem compromissos oficiais. Para esta segunda, tem dois compromissos na agenda: com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, às 11 horas, e com o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, às 15 horas.

Na última sexta, a Presidência já havia confirmado que Dilma não participaria das comemorações do Dia do Trabalhador organizadas pela Força Sindical e de outra promovida pela Central Única dos Trabalhadores.

Veja íntegra do boletim divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês:

“A presidenta Dilma Rousseff há alguns dias iniciou quadro gripal e, como estava prevista avaliação clínica rotineira para a próxima sexta-feira, a mesma foi antecipada para este final de semana, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

A presidenta foi submetida a uma série de exames, incluindo tomografias, e detectou-se um foco de pneumonia.

A presidenta recebeu antibióticos e continuará sendo acompanhada pela equipe médica.

As equipes médicas que a acompanham são coordenadas pelos Profes. Drs. Roberto Kalil Filho, David Uip, Yanna Novis, Paulo Hoff, Raul Cutait, Carlos Carvalho e Milberto Scaff.”

Informações de portal G1

FOTO: Roberto Stuckert Filho / Presidência da República

Compartilhar

Resultados do Censo mostram Brasil com padrão de país desenvolvido

Avançar »

Novo Código Florestal deve ser votado nesta semana, depois de tramitar por quase 12 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*