• Visualizações 712

Inadimplência em novembro é a maior desde 2005, diz Serasa

Situação mais crítica na comparação de novembro sobre outubro é a das dívidas com cheques sem fundos, que cresceram 13,4%.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A inadimplência dos consumidores registrada no mês passado, que subiu 3,5% em relação a outubro, foi a maior alta para meses de novembro desde 2005, de acordo com levantamento divulgado pela Serasa Experian nesta segunda-feira, dia 13.

Essa foi a sétima alta mensal seguida. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a inadimplência cresceu 23,2% – a maior entre os meses de novembro desde 2001, também de acordo com a Serasa. O movimento de alta da inadimplência estaria ligado ao maior endividamento dos consumidores, principalmente por conta do Dia da Criança.

A falta de pagamento relativa a cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços aumentou 7,7%, na comparação de novembro sobre outubro. Já as dívidas com cheques sem fundos cresceram 13,4%% e com títulos protestados, 4,4%. As dívidas bancárias recuaram 2,3%.

De janeiro a novembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, o valor médio dos cheques sem fundos teve alta de 24,5%, enquanto o relativo a títulos protestados e as dívidas não bancárias cresceu 6,4% e 4,7%, respectivamente. As dívidas com os bancos declinaram 2,7%.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: ilustrativa / GettyImages

Compartilhar

Seis municípios concentravam 25% do PIB do país em 2008, diz IBGE

Avançar »

Novas cédulas de 100 e 50 Reais começam a circular no país

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*