• Visualizações 1577

Bancos voltam ao funcionamento após duas semanas de greve

Paralisação encerrou em quase todo o Brasil e bancários conseguiram reajuste de 7,5%, mais atendimento médico e psicológico em caso de assalto às agências. Além disso, acordo prevê que os dias de paralisação não sejam descontados dos funcionários.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Em quase todo o Brasil as agências que estavam paralisadas há duas semanas voltaram ao seu funcionamento normal nesta quinta-feira, 14.

As assembléias para análise da proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos – Fenaban ocorreram na última quarta-feira. Os bancários optaram por aceitar a oferta da Fenaban, que dá conta de um reajuste de 7,5%, mais atendimento médico e psicológico em caso de assalto a agências bancárias. O percentual de reajuste representa aumento de 3,1% acima da inflação, para quem ganha até R$ 5.250,00. Acima desse valor, a entidade oferece aumento no valor fixo de R$ 393,75, garantindo reajuste mínimo de 4,29%.

A proposta da Fenaban ainda assegura aumento de 7,5% para benefícios e verbas fixas, como adicional de caixa, adicional de tempo de serviço e auxílio-refeição.

Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores das Empresas de Crédito (Contec) a greve foi vitoriosa, pois além do reajuste salarial e aumento na Participação nos Lucros e Resultados (PLR), o acordo prevê que os dias de paralisação não sejam descontados dos funcionários. Para isso, os bancários devem ter compensado o tempo que as agências ficaram fechadas até o dia 15 de dezembro deste ano.

Com informações de G1 e IG

Compartilhar

Eleições 2010: Segundo Ibope, Serra “herda” mais da metade dos votos de Marina

Avançar »

Varejo registra melhor agosto desde 2001

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*