• Visualizações 1579

Mansão de Bruno pode ter virado casa de prostituição

Polícia levou quatro mulheres e um homem à delegacia para serem ouvidos. Goleiro está detido em Minas Gerais à espera de julgamento.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga se a mansão do goleiro Bruno Fernandes, acusado de seqüestrar e matar a ex-amante Eliza Samudio, começou a ser usada como casa de prostituição após a prisão do atleta.

Bruno está detido no presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG), à espera de julgamento. No Rio, ele também responde a outro processo por seqüestro e lesão corporal contra Eliza Samudio.

Policiais estiveram no local na manhã desta quinta-feira, dia 30. Quatro mulheres – supostamente prostitutas – e um homem, suspeito de ser gerenciar o prostíbulo, foram levados à 42ª Delegacia de Polícia para serem ouvidos.

A mansão de Bruno fica num condomínio de luxo com serviço de segurança 24 horas.

Informações de portal R7

FOTO: Rafael Andrade / FolhaPress

Compartilhar

Infraero registra cancelamento em 46,9% dos vôos da Webjet

Avançar »

Eleições 2010: Serra e Dilma vão disputar presidência no segundo turno

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*