Lei Maria da Penha prende ator acusado de agredir sua mulher

Alexandre Schumacher foi acusado de dar socos e chutes em sua mulher, Renata Albuquerque dos Santos; a polícia foi chamada por vizinhos que ouviram os gritos da moça.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O ator Alexandre Schumacher, 35 anos, foi preso em flagrante segunda-feira à noite no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, acusado de agredir sua mulher.

De acordo com o delegado da 16ª DP (Barra da Tijuca), Rafael Willis, o artista chegou à delegacia aparentando estar embriagado. Autuado na Lei Maria da Penha, que prevê pena de três meses a três anos de detenção em casos de violência doméstica, Alexandre passou a noite preso e foi liberado após pagar fiança de mil reais.

Renata Albuquerque dos Santos, 32 anos, relatou à polícia que o marido chegou a tomar duas doses de conhaque antes de começar a agredi-la. “Ela disse que estava cozinhando, por volta das 22h, e ele, dormindo. Ao acordar, teria bebido e começou a bater nela, sem motivo. Flávia disse que ficou desesperada com a atitude dele”, disse o delegado.

Agressão

A vítima disse ter levado socos e chutes de Alexandre. Segundo a polícia, ela tentou fugir para o quarto, mas foi perseguida pelo marido e apanhou mais. Quando foi à varanda do apartamento para gritar por socorro, Flávia relatou ter sido puxada pelos cabelos.

Um vizinho que presenciou a cena e ouviu os gritos da vítima chamou a Polícia Militar. A moça conseguiu escapar para a portaria do prédio, onde aguardou a chegada da patrulha.

O ator e a mulher foram levados para a delegacia. Flávia fez exame de corpo de delito e apresentava machucados no rosto, pescoço, olhos e braços. Alexandre não quis prestar depoimento e se reservou ao direito de falar em juízo.

Depois de ser solto, o ator voltou para o apartamento no Recreio. Procurado na quarta-feira, ele não quis falar sobre o assunto. Flávia disse aos policiais que foi a primeira vez que apanhou, mas que Alexandre já a agrediu verbalmente, até com xingamentos.

Segundo o delegado, foi pedida ao 3º Juizado de Violência Doméstica, de Jacarepaguá, medida protetiva para que o ator se mantenha afastado da moça.

Cantorias na carceragem

Para a polícia, interpretar a vida de um cantor no teatro pode ter marcado mesmo Alexandre Schumacher. Durante as 12 horas em que ficou preso, o ator aproveitou para cantar.

“Ele passou a noite inteira cantando óperas dentro da carceragem. Nunca vi um preso cantar. Deve ser por causa do personagem que ele fez, né?”, questionou um policial.

“A vida imita a arte”

A confusão que culminou na prisão do ator remeteu ao ditado de que a vida imita a arte: há três anos, o personagem que ele viveu na novela “Pé na Jaca”, da TV Globo, também agrediu a mulher, interpretada pela atriz Juliana Paes.

O delegado informou que aumentou consideravelmente o número de mulheres que registram as agressões depois da criação da Lei Maria da Penha. Na 16ª DP, por exemplo, a atenção aos casos é tanta, que há três delegadas para atender as vítimas: “Elas se sentem mais à vontade para denunciar”, disse.

Informações do portal Terra

FOTO: reprodução / TV Globo

Compartilhar

Agnaldo Timóteo manda carta para Ronaldinho Gaúcho

Avançar »

Inflação usada no reajuste do aluguel sobe 4,79% neste ano

4 comentários

  1. eugenice nobre de carvalho
    27 de maio de 2010

    na minha opinão a mulher de hoje tem que mudar ela quiz sua dependencia mais não é só em alguns setores mais sim na mudança de atitudes desntro de sua casa erguer sua cabeça e não se fragilizar como elas tem feitodesde que ele começou a desreispeitar com chigamentos daí ela já deveria com autoridade começar a chama-lo e com palavras não ofenciva e colocar tudo nos lugares por exemplo o respeito para não chegar a este fim traste e vergonhoso

    Responder
  2. Edith Wenhterns
    27 de maio de 2010

    Todas as mulheres agredidas devem denunciar seus agressores…

    Responder
  3. marcia gislaine del frari
    27 de maio de 2010

    Parabéns ao vizinho que chamou a policia.
    A violência contra a mulher tem que ser denunciada.

    Responder
  4. eugenice nobre de carvalho
    10 de julho de 2010

    estou de novo escrevendo por ver tantas maldades contra as mulheres, como este crime que aconteceu a pouco que o goleiro do flamengo cometeu friamente, será que estes homens não nasceram de uma mulher, porque tanta crueldade com as mulheres , elas são fragiu, senciveis e amorosa, mais são descriminadas elas preciza criar uma força , quando acistir na tv toda maldade que a gang do goleiro cometeu minha alma chorou saia lagrimas dos meus olhos, eu creio que Deus chorou de ver tanta maldade de homens sem amor ao proximo, e depois vejo nos jornais ele segurando a Biblia com aquela mesma mãos que ajudou a couperar com a morte de uma inocente que não cometeu nehum crime só quria a segurança de uma criança, toda mãe seja ela quem for quer dar sempre o melhor para o filho e resultou que foi mal interpretada e causou a sua propria vida e ele disse pelo que a reportagem mostrou que ia ter paz, mais ele agora vai ver que paz que vai ter , todo o mundo se chocou o preço dele vai ser maior do que toda riquesa que ele adquiriu aqui na terra , porque meu Deus é justo e vai fazer a justiça dele as dos homens foi feita agora ele vai ver em todo tempo que ele viver se viver porque a pressão vai ser muito forte, eu peço pra os homens trate a mulher com mais respeito e amor nunca cometa nenhuma destas coisas para a vida não acrecentar maldições no seu caminho haja com cautela se junte aDeus porque as virtudes do pai só traz amor dedicação ao proximo, é o que tenho a dizer…

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*