Ex- governador José Arruda deixa a prisão

Em votação nesta segunda-feira, 12, Superior Tribunal de Justiça determinou a revogação da prisão do ex-governador do Distrito Federal (DF) José Roberto Arruda

Da Redaçãoredacao@novohamburgo.org

O ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda deixou no final da tarde desta segunda-feira, 12, por volta das 17h20, a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde estava preso há dois meses.

Ele saiu numa Hylux prata, mas não foi possível identificar o motorista. Sua mulher, Flávia Arruda, também foi à PF, num Fox vermelho e seu advogado Nelio Machado, num Mercedes prata. Eles seguiram em comboio para a casa do ex-governador no Setor de Mansões Park Way

Na saída do ex-governador da prisão, havia vários manifestantes pró-Arruda em frente à Superintendência da PF e alunos da Universidade de Brasília (UnB), integrantes do Movimento Fora Arruda. Os apoiadores de Arruda comemoram sua saída cantando.

Por maioria de votos, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou o parecer do relator, ministro Fernando Gonçalves, e determinou a revogação da prisão do ex-governador do Distrito Federal (DF) José Roberto Arruda. Segundo o ministro, “não há mais razão para a prisão preventiva”. A decisão foi julgada nesta segunda-feira, 12, e o resultado foi de 8 votos a 5, em prol da soltura do ex-governador.

Outros cinco envolvidos no esquema de arrecadação de dinheiro e distribuição de propina envolvendo empresários e integrantes do alto escalão do governo do DF. O esquema foi desbaratado pela PF, na Operação Caixa de Pandora.

Informações ABr

FOTOS: reprodução-arquivo / Agência Câmara

Compartilhar

Tragédia no Rio: decreto para remoção de moradores de áreas de risco provoca reação

Avançar »

Cartórios estão entre as instituições de maior credibilidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*