Após jogo-teste, Estádio do Vale recebe elogios e comparação com o Camp Nou

Inter sub-17 perdeu para o Flamengo por 2 a 1 na tarde desta quarta-feira, dia 08. Já no quesito gramado, concordâncias e divergências. Campo, com a grama baixa, deixou o jogo ainda mais veloz.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A eliminação do time sub-17 do Inter na Copa do Brasil da categoria, após derrota por 2 a 1 para o Flamengo, marcou o primeiro teste do reformado Estádio do Vale,em Novo Hamburgo.

Nesse domingo, o Inter de Dunga receberá o Atlético-PR, no Vale, a nova casa do clube no Brasileirão. E, na sequência, Atlético-MG, Salgueiro e Goiás.

A estrutura do Estádio do Vale foi aprovada pelas comissões técnicas de Inter e de Flamengo. O técnico Clemer classificou como excelente o vestiário e a proximidade da arquibancada com o campo. “O Inter terá uma arenazinha muito boa aqui. As acomodações para os times são as melhores possíveis.”

Já no quesito gramado, concordâncias e divergências. O campo, com a grama baixa, deixou o jogo ainda mais veloz.

“A bola quicava e ganhava mais velocidade. Achei o piso escorregadio, talvez pela umidade da chuva,” analisou o zagueiro Eduardo, capitão do Inter.

“O gramado se parece muito com o do Camp Nou (estádio do Barcelona),” disse o coordenador técnico do Flamengo, Kadu Borges.

“O estádio é fantástico, o único reparo que faço é a pouca distância que o torcedor fica do campo. Isso é algo que o Inter precisará ter cuidado,”  alertou.

Para dotar o Estádio do Vale com 15.178 lugares, limite mínimo exigido pela CBF para jogos do Brasileirão, o Inter investiu R$ 100 mil em benfeitorias, como a reforma das quatro torres de refletores, pintura, reforma dos vestiários e a instalação de uma central de monitoramento, com direito a 11 câmeras de segurança, mais R$ 500 mil pela locação de arquibancadas móveis – o aluguel será pago com as locações de camarotes e com a área vip do restaurante com vista para o gramado.

O Inter ficará com toda a renda de seus jogos, mas pagará uma taxa de R$ 12 mil por partida ao Novo Hamburgo. O clube do Vale do Sinos torce secretamente para que o Inter se classifique à Libertadores e que a Fifa peça o Beira-Rio ainda nos primeiro meses de 2014, assim, Novo Hamburgo seguiria como a casa dos colorados. Já o Inter planeja manter o Estádio do Vale como a segunda casa, mesmo no ano da Copa. A Fifa deverá requisitar o Beira-Rio somente 21 antes do Mundial. Até lá, o Inter seguiria utilizando o seu remodelado estádio.

Informações de ZH

FOTO: reprodução / ECNH

 

Compartilhar

Três veículos se envolvem em acidente na BR-116

Avançar »

Linha de ônibus atenderá saída dos alunos do EJA a partir desta quinta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*