SINDPROF/NH emite nota sobre recuperação de horários após greve

Projeto de Lei será encaminhado para a Câmara de Vereadores para definir as datas das aulas referentes ao período de abril e julho.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Sindicato dos Professores Municipais de Novo Hamburgo – SINDPROF/NH planeja evitar que as paralisações ocorridas neste ano prejudiquem o calendário escolar e que elas sejam compensadas. Frente a isso, um projeto de lei será encaminhado para a Câmara de Vereadores para que sejam definidas as datas de reposição.

O Sindicato alerta que assim que o projeto for aprovado, os professores deverão ter seu ponto retificado, sendo abolidas as faltas não justificadas. No caso daqueles que estão em estágio probatório, não devem receber avaliação inferior ou nota menor comparado com aqueles que participaram da mobilização. “A greve é direito garantido pela Constituição, portanto após a negociação da entidade, a falta deverá ser anistiada e nenhum(a) professor(a) deve ter prejuízo”, informa o comunicado do SINDPROF/NH.

Dúvidas devem ser enviadas ao Sindicato dos Professores de Novo Hamburgo para que elas possam ser esclarecidas. Outras informações podem ser adquiridas através do telefone (51) 3036-1455  ou pelo site do SINDPROF/NH.

Com informações de SINDPROF/NH

FOTO:   Divulgação / Facebook

Compartilhar

Temporada Cultural apresenta pianista argentina na Fundação Scheffel

Avançar »

Reunião do Orçamento Participativo acontece nesta terça-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*