Adaptação facilita acesso a lojas próximas de obra no cruzamento da avenida Nações Unidas com a rua Joaquim Nabuco

Comerciantes sentiam-se prejudicados pela falta de mobilidade causada pela intervenção para instalação de canalização para tratamento de esgoto. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Após mobilização de comerciantes da área, a Comusa – Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo adaptou os arredores da obra no cruzamento da avenida Nações Unidas com a rua Joaquim Nabuco para facilitar o acesso local.

A autarquia iniciou na última segunda-feira, dia 03, a instalação de canalização para tratamento de esgoto, o que interrompe o trânsito de veículos na ponte do cruzamento, sendo permitido apenas o acesso de moradores e lojistas. A Comusa informa que a obra deve se estender por até mais 15 dias.

Gilberto Kasper é um dos comerciantes com loja na rua Joaquim Nabuco insatisfeitos com a situação. “O obra está causando danos à mobilidade na cidade, que já é naturalmente caótica por causa das obras do trem”, aponta. “Além disso, quem descia da Joaquim Nabuco não conseguia retornar, a não ser pela contramão, e a obra impedia, inclusive, o acesso de mensalistas ao estacionamento da igreja [Catedral Basílica São Luiz Gonzaga].”

Para amenizar as circunstâncias, nesta quarta-feira, 05, foi realizada adaptação no canteiro que divide a rua Joaquim Nabuco no trecho entre a Nações Unidas e a rua Cidade de Atlântida (foto), para que os motoristas possam fazer o retorno em frente do restaurante Habib’s. “Não resolve, mas facilita”, avalia Kasper.

FOTO: especial / novohamburgo.org

Compartilhar

Pré-conferências prepararão hamburguenses para Sistema Municipal de Cultura

Avançar »

Fenac emite nota oficial sobre incêndio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*