Padre é morto durante assalto em Novo Hamburgo após pedir informações, segundo sobrevivente

Pároco Eduardo Teixeira, 35 anos, chegou a ser levado com vida a um hospital hamburguense, mas não resistiu. A polícia não descarta hipótese de homicídio durante a investigação do caso.

Da Redação redação@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Eduardo Teixeira, padre de 35 anos, foi assassinado no final da noite deste domingo, dia 16, em Novo Hamburgo. Conforme a Brigada Militar – BM, o caso aconteceu durante um assalto na rua Barão de Santo Ângelo, bairro Jardim Mauá, por volta das 23h50min.

Padre da Paróquia de Santa Terezinha, de Campo Bom, Teixeira (foto ao lado) tinha sido transferido para São Leopoldo recentemente. Ele estava na companhia de outro padre, que afirma que os dois voltavam de um jantar quando pararam na avenida General Daltro Filho, no bairro Hamburgo Velho, para pedir orientação para dois homens.

Os assaltantes teriam se oferecido para entrar no carro e, após alguns minutos, teriam mandado que o padre parasse o Corsa em que estavam na esquina das ruas Barão de Santo Ângelo e Tarso Dutra, ao lado de uma área pertencente ao Parque Henrique Luis Roessler, o Parcão. Em seguida, os dois padres foram obrigados a entrar dentro do Parcão. “O padre sobrevivente afirma que entregou uma carteira com pouco mais de R$ 100”, afirma o delegado de Homicídios, Enizaldo Plentz. “Não se sabe porque, mas o padre Eduardo tentou voltar correndo para dentro do carro.”

Crime pode ter outra motivação,

de acordo com a polícia

Segundo a versão do padre sobrevivente, houve gritos e em seguida dos tiros. Os bandidos fugiram levando o carro, que estava em nome da Paróquia Santa Teresinha.

A BM foi informada sobre o crime por uma pessoa que passava pelo local. O padre chegou a ser levado com vida a um hospital de Novo Hamburgo, mas não resistiu. A polícia não descarta que o crime tenha outra motivação além do assalto, trabalhando com a hipótese de homicídio.

Informações de ZeroHora.com

FOTO: divulgação / Polícia Civil

Compartilhar

Desfile de Natal reúne “Contos de Fadas” no centro da cidade

Avançar »

Vestido de Miss Brasil é hamburguense

Um comentário

  1. André pereira
    18 de dezembro de 2012

    não é bem uma opinião gostaria de saber se acharam os criminosos e se vão colocar fotos deles no jornal caso achem eles?

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*