Empresário confessa ter matado engenheiro

Paulo Fernando Rodrigues afirmou ter agido em legítima defesa. A arma usada já havia sido entregue à polícia por um homem, ainda na noite de quarta-feira.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A causa da morte do engenheiro civil Élio Ellwanger, 53 anos, seria uma briga entre vizinhos, no início da noite desta quarta-feira, dia 29, em Novo Hamburgo.

Leia Mais

Polícia investiga assassinato de engenheiro em Novo Hamburgo

O empresário que era suspeito de cometer o crime se apresentou espontaneamente na tarde desta quinta-feira, dia 30, à polícia. Acompanhado de um advogado, o empresário Paulo Fernando Rodrigues, 61 anos, confessou o crime.

No depoimento, ele afirmou ter agido em legítima defesa. A arma usada já havia sido entregue à polícia por um homem, ainda na noite de quarta-feira, dia 29. Na versão do suspeito ele e a vítima, moradores de residências de classe alta na mesma rua, teriam se encontrado quando chegavam em casa.

De acordo com Rodrigues, o engenheiro teria cortado a frente do Honda Fit em que ele estava. Em seguida, Ellwanger teria descido de seu BMW e começado a agredir o empresário.

Rodrigues alega que sequer chegou a descer de seu carro. Enquanto estaria sendo agredido pela vítima, sacou um revólver que trazia consigo e efetuou os disparos. Ferido, a vítima teria ido até seu BMW, e tentado dirigir. O engenheiro morreu dentro do veículo.

Segundo o delegado Enizaldo Plentz, a perícia vai confirmar se os tiros realmente aconteceram com a vítima fora do carro. Como o suspeito tem residência fixa, nenhum antecedente, e se dispôs a colaborar, não será preso imediatamente.

Informações de Zero Hora

FOTO: ilustrativa / desaparecidos

Compartilhar

Participantes da Courovisão comemoram resultados

Avançar »

CDL realiza sorteio de prêmios da promoção de Dia dos Pais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*