Primeiro sapateiro a presidir a Câmara de Vereadores projeta 2012

Gilberto Koch, o Betinho, promete respeitar diferenças, manter a democracia na Casa e ser parceiro do Executivo na aprovação de projetos, trabalhando pelo desenvolvimento da cidade.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Ao tomar posse como presidente da Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo, no início deste ano, Gilberto Koch, o Betinho, já marcava a história da Casa: é o primeiro petista a comandar a Mesa Diretora.

Leia Mais

Luis Lauermann promete agendar reunião com o Estado sobre nova escola de ensino médio no bairro Santo Afonso

Ele destaca, no entanto, outra característica: ser o primeiro sapateiro a chegar à presidência da Câmara. “É uma sensação de muita responsabilidade, e de orgulho”, define, em entrevista ao Portal novohamburgo.org.

“Venho do movimento sindical, e achava que poderia ajudar como vereador”, conta, quando questionado sobre os motivos que o levaram a buscar o cargo. “Sou filiado ao PT desde 1985, e convivo com o partido desde 1980. Assim, achava que estava preparado para assumir um cargo tão importante.”

Quanto aos desafios do presente, o vereador avalia que é preciso provar que seu partido tem condições de estar à frente da Câmara. “O PT já elegeu o presidente três vezes, mas somente agora conquistou esse cargo em Novo Hamburgo.”

Ao planejar 2012, Betinho fala em continuar o trabalho, “sempre respeitando as diferenças, mantendo a democracia na Casa”. “E, sempre com transparência, trabalhar pelo desenvolvimento de nossa cidade, mantendo a autonomia do Legislativo, mas sendo um parceiro do Executivo na aprovação de projetos importantes.”

Trem em Novo Hamburgo: “O nome da

Estação Santo Afonso é um projeto meu”

O novo presidente faz questão de ressaltar conquistas do Legislativo, especialmente as que envolveram os movimentos sociais para que os trilhos do trem fossem estendidos até Novo Hamburgo. “A Comissão Pró-Trensurb participou de audiências no Tribunal de Contas da União, em ministérios… E também na liberação de verbas para o início das obras, pois o projeto ficou de 2001 a 2009 parado no TCU e ficou defasado”, lembra. “E o nome da Estação Santo Afonso é um projeto meu”, enfatiza Betinho, nascido e criado no bairro que batizou a estação.

“A Estação Liberdade é outra iniciativa do Legislativo. A Comissão de Meio Ambiente também é exemplo: trabalhou pelo saneamento, que está se tornando uma realidade. Hoje, apenas 2% do esgoto da cidade é tratado, mas em breve chegará a 80%”, promete.

Gilberto Koch substituiu Leonardo Hoff (PP) e tomou posse na Câmara no dia 02 de janeiro. Ricardo Ritter, o Ica (PDT), Volnei Campagnoni (PCdoB) e Antonio Lucas (PDT) completam a Mesa Diretora.

FOTO: Maíra Kiefer / CMNH

Compartilhar

Fundação de Saúde Pública abre inscrições para seleção de médicos

Avançar »

Gauchão: Nóia quebra tabu, vence o Santa Cruz e assume vice-liderança do Grupo 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*