Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente entrega demandas ao prefeito

Educação, desporto, assistência social, saúde, mercado de trabalho, obras, transporte e segurança são os temas envolvidos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

As propostas eleitas como prioritárias para Novo Hamburgo na 8ª Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente foram entregues ao prefeito Tarcísio Zimmermann (PT) por representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA do município nesta terça-feira, dia 13.

As demandas apresentadas foram sobre educação, desporto, assistência social, saúde, mercado de trabalho, obras, transporte e segurança. Zimmermann agradeceu a entrega das propostas e afirmou que muitas demandas solicitadas já estão em andamento. As outras serão analisadas para que a administração tenha condições para atendê-las, prometeu.

“Estamos buscando muitos recursos para Novo Hamburgo. Essas propostas vão auxiliar o trabalho que realizamos para melhorar nossa cidade”, destacou o prefeito.

Alisson Leonardo Custódio Duarte, de 12 anos, disse a visita ao gabinete de Zimmermann foi positiva. Ele e alguns colegas realizaram também a leitura de algumas demandas ao prefeito Tarcísio durante a reunião. “Eu queria representar e defender os direitos das crianças e adolescentes”, explicou ele. “Foi um bom encontro e espero que nossas demandas sejam atendidas.”

Também participaram da atividade representantes dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) Primavera, Santo Afonso e Kephas, da Unidade de Referência em Assistência Social – URAS Roselândia, da Horta Comunitária Joanna de Ângelis do bairro Rondônia e da Fundação Semear.

Informações de Imprensa PMNH

FOTO: Gustavo Henemann / PMNH

Compartilhar

Depois de fim de semana com público de 25 mil pessoas, Natal dos Sinos recebe Oswaldo Montenegro

Avançar »

Oficina de Sensibilização reúne servidores de saúde

Um comentário

  1. Gilberto Cavalcante
    4 de março de 2013

    Prezados Senhores:
    Como voluntário, faço trabalho de divulgação das normas que tratam das doações – que são deduzidas do Imposto de Renda – para os Fundos Municipais dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, visando conscientizar as pessoas para que realizem as suas doações, pois NÃO CU$TA NADA, VISTO QUE QUEM PAGA A CONTA É O LEÃO.
    A partir deste ano existe a seguinte novidade: o art. 260-A do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA permite que o contribuinte pessoa física faça DOAÇÃO – equivalente a até 3% do seu Imposto de Renda (IR) devido – aos Fundos supracitados DIRETAMENTE NA SUA DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL, devendo a mesma ser recolhida até o dia 30 de abril de cada ano.
    A doação dos 3%, juntamente com outras porventura realizadas durante o ano-calendário, pode ser integralmente deduzida do IR devido, até o limite de 6% (seis por cento).
    Para contribuir deve ser observado o seguinte roteiro:
    a) no programa da Declaração de Ajuste Anual clicar em Resumo da Declaração;
    b) após, em Doações Diretamente na Declaração;
    c) selecionar (.) Municipal, o Estado e o respectivo município; e
    d) digitar o valor da doação (o próprio programa informa o “valor disponível para doação”).
    Bom trabalho de captação de recursos, não se esquecendo que na hipótese acima (3% na própria Declaração de Ajuste Anual) o prazo vence no próximo dia 30 de abril.
    Abraços, d i v u l g u e m !
    Gilberto.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*