Estudantes da Liberato recebem prêmio Jovem Cientista

Autores dos três melhores projetos premiados da Mostratec 2010 recebem prêmio oferecido pela Assembleia Legislativa.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Alunos da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo, recebem nesta segunda-feira, dia 04, o Prêmio Jovem Cientista, concedido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aos três melhores projetos individuais da Mostratec 2010.

O Prêmio foi criado em 2009 com o objetivo de reconhecer e incentivar o desenvolvimento da pesquisa nas escolas de ensino médio e de educação profissional. Através dele, os estudantes participarão da 63ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC Jovem), que acontece entre os dias 10 e 15 de julho, em Goiânia (GO). A cerimônia ocorrerá às 17 horas, na presidência da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre.

Os premiados são:

Kawoana Trauman Vianna -18 anos (esquerda na foto)
Projeto: Análise da impregnação de nanopartículas de dióxido de zircônio e de prata com quitosana em um tecido para tratamento de saúde II

A pesquisa visa produzir um tecido para a confecção de meias e curativos para tratar os problemas do pé diabético, evitando amputações ou auxiliando no pós-operatório de cirurgias.

Vitória Rech Astolfi –18 anos (no centro na foto)
Projeto: Produção limpa de biodiesel de microalgas II

Tendo em vista os problemas sociais e ambientais causados pelo aumento da emissão de dióxido de carbono devido, principalmente, à queima de  combustíveis fósseis, o projeto prevê a utilização de uma matéria prima renovável, a microalga Nannochloropsis Oculata, para a produção de biodiesel.

Mateus Rockenbach – 19 anos (direita na foto)
Projeto: Pro-Intel – Programa de eficiência energética inteligente.

O projeto é dirigido à eficiência energética e foi baseado em estudos feitos com a população da cidade de Feliz (RS), que englobaram o consumo, a consciência ecológica e a troca de equipamentos.

Informações de Comunicação Liberato

FOTO: divulgação / Liberato

Compartilhar

Homem pode ter morrido de frio

Avançar »

Vacinação contra o sarampo ainda não atingiu 50% das crianças

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*