Iniciam as assembléias regionais do Orçamento Participativo

Demandas locais mais votadas estavam ligadas aos temas Educação, Esportes e Lazer e Melhoria da Infraestrutura. Foram 305 pessoas credenciadas.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Orçamento Participativo – OP 2011 em Novo Hamburgo entrou em uma nova fase. Foi realizado o primeiro encontro da série de 12 assembléias regionais, eventos onde a comunidade vota nas demandas e elege novos delegados.

A atividade foi realizada na noite de terça-feira, 14, na Escola Municipal Martha Wartemberg, no bairro Canudos. A assembléia contemplou a população da Região 1, Canudos Leste. Foram credenciadas 305 pessoas e eleitos 19 delegados.

A Região 1 está ligada aos moradores do Loteamento Morada dos Eucaliptos, Vila Iguaçu, Aeroclube, Alcântara, Vila Getúlio Vargas, Vila Kipling, Santo Antônio e Esmeralda. Na assembléia, as demandas locais mais votadas estavam ligadas aos temas Educação (construção de refeitório na EMEF Martha Wartemberg, 481 pontos), Esportes e Lazer (cancha poliesportiva atrás da EMEF Martha Wartemberg, 242) e Melhoria da Infraestrutura (asfalto no Loteamento Pampa, 225).

Já nas demandas gerais, os principais temas escolhidos foram Desenvolvimento Social (construção de sistema de atendimento à população adulta em situação de abandono, para potencializar sua autonomia, otimizando recursos – programa ConVida –, 368 pontos), Educação (programa de recuperação das instalações elétricas nas escolas da rede pública municipal, 319) e Saúde (reforma do Hospital Municipal e construção de novo anexo, 214).

Antes das votações, o prefeito Tarcísio Zimmermann (PT) realizou uma prestação de contas dos investimentos feitos no município, mas principalmente no bairro Canudos. Entre as melhorias citadas, o chefe do Executivo destacou a construção das novas Unidades Saúde da Família – USFs Morada dos Eucaliptos e Getúlio Vargas, além da USF Mundo Novo, a ser erguida. O prefeito também citou a Unidade Pronto Atendimento – UPA 24 horas de Canudos, a primeira do Rio Grande do Sul.

DEMANDAS – Desde o início do evento, a mesa designada para inscrição de demandas locais foi uma das mais movimentadas. No espaço, os moradores faziam o cadastro e recebiam um cartaz. A primeira demanda cadastrada em 2011 foi na área da Educação.

A diretora da Escola Municipal Vereador João Brizolla, Rosane Froza, acompanhada da professora Gabriele Kloss, reivindicou a construção de um muro no entorno da instituição de ensino. A demanda recebeu 55 votos. “É uma melhoria que proporcionará mais segurança a nossa escola”, destacou Rosane. A diretora e outros que inscreveram demandas tiveram a oportunidade de defender suas reivindicações junto aos presentes.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: divulgação / Ronan Dannenberg

Compartilhar

Orquestra encanta público no bairro Santo Afonso

Avançar »

Segunda assembléia regional do Orçamento Participativo elege Educação como prioridade

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*