Projeto Bolsa Moradia deverá auxiliar famílias atingidas pelo temporal

Proposta prevê o subsídio mensal de R$ 352,00 às famílias que estavam morando em áreas de risco no bairro São José.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A força-tarefa criada pela Prefeitura de Novo Hamburgo para prestar auxílio às vítimas do temporal ocorrido entre os dias 22 e 23 de abril segue trabalhando. Entre as medidas, está um projeto de lei que cria o Bolsa Moradia.

A proposta, que auxiliaria moradores vítimas da tormenta, foi encaminhada em caráter de urgência à Câmara de Vereadores. “Estamos trabalhando desde a noite de sexta para auxiliar as famílias atingidas e para reparar os estragos causados pelo temporal”, salientou o prefeito Tarcísio Zimmermann (PT).

Desde sábado, a força-tarefa, que envolve praticamente todas as secretarias da administração municipal, está priorizando os casos emergenciais. Caminhões, retroescavadeiras, entre outros maquinários, estão sendo utilizados em diversas áreas da cidade. Os casos mais graves foram registrados nos bairros Kephas, onde três crianças de uma mesma família morreram soterradas, Santo Afonso, Roselândia, Industrial e Canudos (principalmente nas vilas Kipling e Getúlio Vargas).

O projeto encaminhado prevê o subsídio mensal de R$ 352,00 às famílias que estavam morando em áreas de risco no bairro São José (Kephas) e que tiveram suas casas interditadas. O valor será usado para que essas pessoas possam alugar novas residências em caráter emergencial.

Vistorias continuam

As áreas de risco continuam sendo monitoradas para evitar novas tragédias. Até terça-feira, dia 26, a prefeitura havia interditado 110 casas no Kephas. Moradores que viviam nessas casas estão sendo encaminhadas para casa de amigos e parentes ou para o ginásio da Escola Municipal de Ensino Fundamental Harry Roth, no bairro Santo Afonso.

A Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos – Semopsu também segue atuando intensivamente nos reparos aos estragos. Conforme o secretário Luiz Fernando Farias, foram estabelecidas ordens de prioridade para a realização dos trabalhos. Serão atendidos em primeira relevância os casos em que sejam verificados riscos à vida. Em segundo ficam as situações de risco ao patrimônio e em terceiro problemas que afetam a mobilidade.

“Nos reuniremos diariamente para avaliarmos os trabalhos realizados em cada dia, verificarmos o que avançou, o que ainda precisa ser feito e se novos problemas foram constatados”, afirma o secretário.

Primeira-dama destaca doações

de maior necessidade

A primeira-dama de Novo Hamburgo, Sílvia Zimmermann, visitou na segunda-feira, 25 de abril, as famílias no Kephas e no bairro Santo Afonso. Segundo ela, entre os artigos que demandam maior necessidade estão materiais de higiene (creme dental, escova de dente, sabonete, absorvente, xampu, condicionador e fraldas), material de limpeza (desinfetante, vassoura e rodo), leite de caixinha, roupas de cama e alimentos.

Para doar basta levar os materiais ao depósito do Gabinete da Primeira-Dama (rua Bartolomeu de Gusmão, nº 3.500, Bairro Canudos), à Prefeitura (rua Guia Lopes, nº 4201, Bairro Canudos) ou nas Unidades e Centros de Referência em Assistência social de Novo Hamburgo.

Para grandes quantidades a Prefeitura disponibiliza um serviço de busca gratuita na residência. O telefone para agendar este serviço e para mais informações é o (51)3594-9990.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: divulgação / Gustavo Henemann

Compartilhar

Vale do Sinos: Comandante da BM defende inteligência e tecnologia no combate à violência

Avançar »

Feira de Oportunidades promove oficinas, palestras e talk show

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*