Município ganha dois projetos ligados ao Pronasci

Prefeito estima duas mil pessoas beneficiadas pelo investimento de R$ 4 milhões, que tem como objetivo associar lideranças comunitárias e segurança pública.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Mulheres chefes de família, de baixa renda e moradoras do bairro Santo Afonso a partir de agora serão as protagonistas da cultura da paz em Novo Hamburgo.

Com o lançamento dos projetos Mulheres da Paz e Justiça Comunitária, o município capacitará um grupo deste gênero para construir e fortalecer redes sociais de prevenção e enfrentamento à violência. O anúncio dos programas foi realizado na última sexta-feira, dia 05, na Base do Pronasci montada no bairro.

Os programas são direcionados para o desenvolvimento de ações conjuntas que contribuam para a garantia de acesso aos bens culturais, qualificação do ambiente social das cidades, geração de oportunidades de trabalho, de emprego e de renda.

O prefeito Tarcísio Zimmermann saudou os presentes e falou sobre a importância dos dois programas. “São projetos que envolvem diversas pessoas, é um desafio para nossa Administração organizar um processo dessa grandeza. Cerca de duas mil pessoas serão beneficiadas diretamente nesse processo, com um investimento de R$ 4 milhões. Nosso objetivo é associar lideranças comunitárias com as entidades de segurança pública”, declarou.

Nova realidade para o Santo Afonso

Em Novo Hamburgo, o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania – Pronasci é articulado por meio de uma Coordenadoria Executiva vinculada a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana – SESMUR. É nele que se desenvolve o Território de Paz. Conforme o secretário da SESMUR, Luiz Fernando Farias, o bairro passa a ter uma nova perspectiva.

“Estamos concretizando de fato o Território da Paz em Novo Hamburgo. É uma enorme satisfação poder colocar em prática as ações planejadas ao longo do ano. Agradeço a todos os envolvidos pelo belo trabalho. A comunidade do bairro Santo Afonso passa agora a viver uma nova realidade”, afirmou.

A coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres do município, Fátima Fraga, disse estar muito feliz com o início dos projetos, já que a coordenadoria também terá um envolvimento direto nos programas. “Vivemos um momento de muita colaboração. Tudo que enxergamos aqui é fruto de muita dedicação. A perspectiva é fortalecer o elo comunitário e promover a cultura da paz”, disse.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: divulgação / Rodrigo Machado

Compartilhar

Networking para profissionais de Recursos Humanos

Avançar »

Município ganha reforços para a fiscalização do meio ambiente

Um comentário

  1. lurdes correa de andrade da silva
    18 de novembro de 2010

    todo movimento que envolve, paz,
    respeito e cidadania é louvável

    parabéns

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*