Reluz deve renovar a iluminação pública do município

Iniciativa oficializada nesta quarta-feira irá promover a troca de 23,5 mil pontos de iluminação, reduzindo o consumo de energia e os gastos com a iluminação pública em até 40%.

Da Redação redação@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Está oficializado o projeto que tornará a iluminação pública de Novo Hamburgo mais eficiente, econômica, além de oferecer mais segurança à comunidade.

Nesta quarta-feira, 27, o prefeito Tarcísio Zimmermann assinou o contrato do Projeto Reluz junto aos representantes da Eletrosul, no auditório da Secretaria de Educação e Desporto. Diversas autoridades e secretários municipais estiveram presentes no evento.

A iniciativa integra o programa de Eficientização Energética da Prefeitura para reduzir o consumo de energia e os gastos com a iluminação pública em até 40%. O Reluz deve promover a economia de 7.155,42 MWh/ano de energia. O projeto contempla a substituição de 23,5 mil pontos de iluminação da cidade, incluindo a área da BR-116. Para a implementação do Projeto ReLuz, Novo Hamburgo contará com recursos de R$ 7,5 milhões, mais a contrapartida de R$ 2,5 milhões

“Teremos uma iluminação melhor, com preservação do meio ambiente e muito mais conforto para a comunidade”, comemorou Tarcísio. A partir do documento assinado, a Prefeitura vai contratar uma empresa, por meio de licitação, para implantar o projeto e trabalhar na colocação das novas lâmpadas. O serviço deve ocorrer nos primeiros meses de 2011, com prazo estimado em 14 meses.

Para o diretor de engenharia e operação da Eletrosul Centrais Elétricas, Ronaldo dos Santos Custódio, Novo Hamburgo é a primeira cidade do Estado que conseguirá renovar em sua totalidade os pontos de iluminação pública

Saiba Mais

– O projeto ReLuz substituirá os 23,5 mil pontos de iluminação da cidade por lâmpadas novas, duráveis e mais econômicas.

– A economia gerada será de R$ 120 mil por mês, ou cerca de R$ 1,5 milhão por ano.

– Com o novo sistema, Novo Hamburgo terá apenas três tipos de lâmpadas, com diferenciação de potência.

– O material usado será mais resistente, inclusive com garantia para reatores, suportes e lâmpadas.

Informações PMNH

FOTO: Robson Nunes

Compartilhar

Redes dos bairros Guarani e Centro começam a ser trocadas nesta sexta-feira

Avançar »

Copa Ênio Costamillan: 2 a 2 e a vantagem é Anilada

Um comentário

  1. Renato
    27 de junho de 2011

    por favos tenho interesse em trocar a iluminação na empresa voçes algum contato aqui no sul de fornecedor de lampadas leds

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*