Novo Hamburgo assina contrato de R$ 97,2 milhões para saneamento

Recursos serão encaminhados pelo Programa de Aceleração do Crescimento e devem ser utilizados para que a cidade possa realizar o tratamento de 80% do esgoto nos próximos cinco anos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Nesta quinta-feira, dia 23, Novo Hamburgo deu mais um passo para tratar 80% do esgoto cloacal nos próximos cinco anos e ampliar o sistema de abastecimento de água na cidade.

A Prefeitura, por meio da Comusa – Serviços de Água e Esgoto -, assinou um financiamento de R$ 97,2 milhões com a Caixa Econômica Federal, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC – Saneamento para Todos.

Os contratos foram assinados pelo prefeito Tarcísio Zimmermann, pelo diretor geral da autarquia, Arnaldo Luiz Dutra, e pelo superintendente regional da Caixa no Vale do Sinos, Paulo Nergi Boeira de Oliveira. O ato ocorreu na sede da Comusa e contou com a presença de secretários, vereadores e lideranças.

O diretor da Comusa mostrou um panorama da poluição dos recursos hídricos da região. “Hoje só 5% do esgoto que chega ao Rio dos Sinos é tratado. Novo Hamburgo trata 2%. Mas, com as obras da atual administração, vamos mudar essa realidade”, revelou Dutra.

Segundo ele, com os projetos, todos os 260 mil hamburguenses serão diretamente beneficiados. “Cada real que se investe em saneamento gera uma economia de até R$5,00 na área da saúde.”

Informações de Imprensa da PMNH e Comusa

FOTO: divulgação / Comusa

Compartilhar

Baile da Primavera reuniu mais de 250 idosos

Avançar »

Universidade Feevale é premiada no Projeto Empresa Amiga do Meio Ambiente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*