Pró-Moradia garante R$ 28 milhões em investimentos

Vilas Marcírio J. Pereira, Martin Pilger, Getúlio Vargas e das Flores serão beneficiadas por construções ou reformas de casas e outras melhorias.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Prefeitura de Novo Hamburgo formalizou um contrato que garante o financiamento de mais de R$ 28 milhões para o programa Pró-Moradia.

O ato ocorreu durante a Assembléia Municipal do Orçamento Participativo no dia 1º de setembro e foi concluído com a assinatura total dos contratos no gabinete do prefeito Tarcísio Zimmermann no dia 03, com a participação do secretário Geral de Governo e Relações Comunitárias, Egon Kirchheim, o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Roque Werlang, e os agentes da Caixa Econômica Federal, Jairo Antônio Manfro (gerente agência Novo Hamburgo), Roque Schneider (gerente regional), Paulo Boeira (superintendente regional) e Sibele Kunst (gerente de atendimento).

Os documentos garantem os investimentos em quatro localidades carentes do município: as vilas Marcírio J. Pereira (bairro Primavera), Martin Pilger (Vila Nova), Getúlio Vargas (Canudos) e a Vila das Flores (Rondônia).

Conforme Zimmermann, essa é a segunda grande conquista do governo no que diz respeito à regularização de áreas de vulnerabilidade social que contam com habitações precárias. “Conseguimos uma autorização especial do Ministério das Cidades para assinar o contrato. Assim que os projetos de engenharia forem concluídos poderemos iniciar as licitações”, afirma o prefeito.

A primeira conquista na área foi a aprovação, no ano passado, dos projetos de regularização fundiária da Vila Palmeira, que somam R$ 18 milhões.

No total, com o Pró-Moradia, mais de 800 famílias serão beneficiadas, por construções ou reformas de casas e investimentos em obras de planejamento social, saneamento básico, abastecimento de água, pavimentação asfáltica, iluminação e áreas públicas.

“Acredito que teremos condições de iniciar até o fim do ano as obras na vila Martins Pilger e Marcírio J. Pereira”, completa Tarcísio. Para que sejam concluídos os projetos a Universidade Feevale, que também foi parceira na estruturação dos documentos para a regularização da Vila Palmeira, novamente auxiliará o setor de engenharia da Prefeitura.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: ilustrativa

Compartilhar

Audiência Pública debate Transporte e Mobilidade

Avançar »

Pensando o desenvolvimento econômico e social

Um comentário

  1. Rosana Oppitz
    1 de novembro de 2010

    Bom dia, tenho observado nas notícias da Prefeitura que não são citados todos parceiros que contribuíram nos dois convênios assinados e aprovados no MCidades que foram: Prefeitura NH, FEEVALE,ASAEC-NH e CREA-RS. Também é importante para nós que fomos parceiros a divulgação de nossa contribuição.

    Arquiteta e Urbanista Rosana Oppitz
    Conselheira do CREA-RS e Representante da ASAEC-NH nestes convênios firmados e aprovados

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*