Francal 2010: Casa Novo Hamburgo supera expectativas

Evento é considerado a melhor experiência do estande Novo Hamburgo – Capital do Calçado em uma feira; graças a negócios fechados na Francal, Chile e Colômbia importarão calçados hamburguenses.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O estande coletivo de Novo Hamburgo na Francal – 42ª Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios encerrou sua participação no último dia de exposições na quinta-feira, dia 08, com avaliação positiva.

A iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia, Trabalho e Turismo – SEDETUR, em parceria com a Câmara Municipal, SEBRAE, Senac, Feevale e Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, já oportunizou também a participação de empresas na Couromoda 2010 e no 19º Salão Internacional do Couro e do Calçado – SICC.

Com sucesso de público, todos os expositores do estande de Novo Hamburgo realizaram vendas. Durante os quatro dias em que foi realizada, a Francal recebeu a visita de 53 mil profissionais. A previsão de faturamento hamburguense é de aproximadamente um milhão de reais comercializados.

O secretário da SEDETUR, Carlos Finck, comemora o resultado. “O evento foi excelente, nossa melhor experiência no estande Novo Hamburgo – Capital do Calçado. Tivemos inclusive exportações para outros países como Chile e Colômbia”, revela. Ainda de acordo com Finck, muitos negócios acontecem depois da feira, proporcionando agendamentos de visitas das empresas aos clientes.

A empresária Juliana Pacheco, proprietária da empresa que leva o seu nome, ressalta a importância da participação no estande. “Estou com uma expectativa muito boa de retorno. A organização da estrutura do espaço possibilitou a divulgação da marca e auxiliou na conquista de novos clientes”, avalia.

A Prefeitura já está com espaço reservado, de 300m², para a Couromoda 2011, que será realizada em janeiro, também em São Paulo, e já assegurou presença na edição 2011 da Francal.

Estande "Novo Hamburgo - Capital do Calçado" na Francal 2010

Moda para o verão

Para Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal, “os lançamentos atenderam às expectativas do mercado em termos de qualidade e design. O calçado nacional, hoje, está totalmente alinhado com as principais tendências internacionais da moda sem perder suas características genuinamente brasileiras”.

Entre as tendências a que Abdala se refere, estão as transparências em saltos de acrílicos e em telas usadas nos calçados. Os calçados vêm em cores claras e leves, como o nude, bege e diversos tons pastéis e as sandálias continuam sendo as estrelas do verão: a temporada 2011 será cheia dos mais variados modelos, desde rasteiras até saltos altíssimos, passando pelos “saltos gatinho”, de média estatura.

Para o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados – Abicalçados, Milton Cardoso, “o consumo certamente será aumentando no verão, já que esta é a estação mais longa do ano e o Brasil é especializado neste nicho. Isto aponta para a expectativa de crescimento da produção de calçados no País, que deverá ser de 5,5%”.

PREOCUPAÇÃO – Na opinião do dirigente, o momento é muito positivo, mas a crescente importação de calçados procedentes de países asiáticos não tradicionais, como Malásia, Singapura e Vietnã, preocupa. “Além disto, aumentou a importação de partes de calçados, como cabedais e solados, o que não é comum para o Brasil”, aponta Cardoso.

Segundo ele, estas práticas estão sendo usadas para burlar a medida antidumping contra o calçado chinês, que passou a cobrar uma tarifa de US$ 13,85 sobre o par importado daquele país. “Já acionamos o Governo Federal para que coíba estas importações”, disse.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: divulgação

Compartilhar

Humildade, desprendimento, coragem e disciplina em debate no CRC

Avançar »

Feira do Artesanato de Hamburgo Velho será no “Cozinha da Neca”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*