Prefeito de NH reforça pedido de adaptações nas obras do trem

Ministro das Cidades visita Novo Hamburgo e Zimmermann usa a oportunidade para expor suas considerações sobre a linha 1 do metrô.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Em visita oficial do ministro das Cidades, Márcio Fortes, em Novo Hamburgo, na terça-feira, dia 06, o prefeito Tarcísio Zimmermann reforçou os pedidos de análise e adaptação das obras de extensão da linha 1 do metrô até o Município.

Leia mais

Olha o trem! Obras de extensão da Linha 1 do Trensurb até Novo Hamburgo chegam à metade

Entre as principais melhorias solicitadas pelo chefe do Executivo hamburguense estão a inserção de uma nova estação no projeto atual, no bairro Industrial, e o alargamento da bacia do Arroio Luiz Rau, na avenida Nações Unidas, nas proximidades da Rodoviária Normélio Stabel, onde será construída uma das estações já previstas nas obras do metrô (Estação Fenac).

A visita iniciou com um almoço no Restaurante Panorâmico da Fenac, onde, junto com secretários da Prefeitura, representantes do Consórcio NovaVia e da diretoria da Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A – Trensurb foram apresentadas as propostas feitas pela Administração.

Entre as justificativas de Tarcísio, para que se pense nestas adaptações atualmente, foram destacados dois aspectos: o andamento das obras e a previsão das fundações para a nova estação, já previstas na fase atual das construções. “É fundamental fazer a nova estação, pois ela atenderá uma expressiva demanda. Depois de pronto fica muito mais difícil se pensar nesta adequação”, declarou Tarcísio.

Os problemas de alagamento próximo ao local onde será edificada a Estação Fenac também foram destacados. “Ali teremos um espaço de integração com o transporte de toda a região e em dias de chuva temos problemas, por isso, o leito precisa ser canalizado para que as pessoas no futuro possam chegar até a estação”, completou.

Ministro analisará propostas

O ministro, que já conhecia os pedidos feitos pelo prefeito, apontou que a possibilidade de execução das melhorias será analisado.

“Novo Hamburgo é uma cidade rica e exportadora que fará muitas melhorias, como a readequação do sistema de tratamento de esgoto. Vamos discutir as questões apontadas e quem sabe matar duas questões em uma só”, declarou.

Durante o evento, o diretor presidente da Trensurb, Marco Arildo Prates da Cunha, reforçou as demandas hamburguenses e apontou que a Prefeitura está trabalhando junto com a empresa para que no futuro Novo Hamburgo tenha um transporte integrado e com tarifas acessíveis. “Queremos mudar o paradigma do transporte coletivo na cidade”, declarou.

Grupo visitou canteiro de obras

Após o almoço, o grupo de secretários, representantes do Consórcio NovaVia, Trensurb, prefeito e ministro visitaram os canteiros de obras do metrô.

Financiada pelo Programa de Aceleração de Crescimento – PAC, a extensão da atual linha 1 do transporte ferroviário está em estágio avançado e custará aproximadamente R$ 652 milhões, segundo dados estimados pela Trensurb em 2008. A previsão é atender mais 30 mil usuários, ligando diretamente Novo Hamburgo com Porto Alegre.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: divulgação / Robson Nunes

Compartilhar

Expositores comemoram participação na Francal 2010

Avançar »

Novo Hamburgo: Plano de Manejo quer revitalizar o Parcão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*