Primeiro Prato Principal de 2010 na ACI abordou certificação digital

A reunião-almoço no Salão de Convenções da ACI reuniu empresários interessados em saber as peculiaridades da Certificação Digital.

O primeiro Prato Principal de 2010 promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, realizado na terça-feira 26, teve como tema “Certificação Digital e sua Aplicabilidade”. Os tabeliães José Flávio Bueno Fischer e Lauro Assis Machado Barreto, ambos de Novo Hamburgo, juntamente com o diretor-executivo de Tecnologia da Informação da e-tab, Paulo Chagas, esclareceram os principais pontos desta ferramenta que já é obrigatória para alguns setores desde o final do ano passado e que atingirá todos os segmentos num futuro próximo.

A ACI anunciou durante o evento que, em parceria com os dois tabelionatos, vai oferecer, a partir desta semana, durante os meses de fevereiro e março, toda quinta-feira, das 15 às 17h, atendimento aos associados para auxiliar na implantação da Certificação Digital, bastando entrar em contato com a entidade, através do fone 2108-2108.

A reunião-almoço no Salão de Convenções da ACI reuniu empresários interessados em saber as peculiaridades da Certificação Digital. “Podemos afirmar que 2009 foi um ano de passagem e de limpeza e que 2010 é o ano das concretizações. Acreditamos sim que este ano será um dos melhores para a região”, iniciou Flávio Fischer, que também é presidente do Colégio Notarial do Brasil e vice-presidente para a América Latina da União Internacional do Notariado, antecipando que o processo digital é algo irreversível e ecologicamente correto. “A comunicação e a segurança eletrônica são caminhos que podem ajudar ao homem deixar de ser o vilão do mundo.

A certificação digital utilizada no Brasil já é considerada padrão na América do Sul e a tendência é nos tornarmos referência para a América Latina”, frisou ele, afirmando que a expectativa no Brasil é chegar ao número de 3 milhões e 500 mil certificados digitais em 2010.

Segundo o tabelião Lauro Barreto, 76 países já utilizam o sistema dos tabelionatos brasileiros. “A certificação digital ou certificação digital com fé pública contribui, sem dúvida, para a segurança dos documentos”, complementou ele, que também é diretor de Notas do Colégio Notarial do Brasil – Seção RS.

Paulo Chagas, da e-tab, explicou a parte prática de como proceder na Certificação Digital. Com 17 anos de experiência no ramo, ele garantiu que “receber documentos e e-mail de estranhos, nunca mais”. Através de gráficos apresentou as formas de envio e recebimento de imagem criptografadas (técnica de transformar dados em códigos indecifráveis para serem enviados). “O sistema é de fácil conhecimento e o envio para endereços certificados é extremamente seguro, através de inclusão de dados físicos e/ou jurídicos. O processo evita fraudes e os dados são buscados dentro da Receita Federal, passando por três etapas: a solicitação, validação e verificação”, antecipa ele.

90 ANOS – A ACI-NH/CB/EV anunciou durante a reunião-almoço a escolha do slogan que vai acompanhar o Selo comemorativo dos 90 anos, que serão completados em outubro deste ano. Várias sugestões foram encaminhadas pela comunidade, durante o período da campanha iniciada em dezembro, ao Comitê organizador. O colaborador da entidade, Felipe Robaski, foi o escolhido com a frase: “A representatividade faz a diferença”. O Prato Principal teve o patrocínio da Custódio de Almeida – Marcas e Patentes, com apoio dos Sucos Petry.

Compartilhar

Novo Hamburgo realizará nesta quinta-feira, painel sobre juventude e Previdência pública

Avançar »

Gabinete da Primeira-dama realiza prestação de contas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*