Projeto Abrigar apresentado no Pensando Novo Hamburgo

A iniciativa assistencialista da entidade Nova Vida, em Novo Hamburgo, busca resgatar a cidadania de meninos de 12 a 18 anos, ex-usuários de drogas e busca apoio da comunidade.

Cristiane Cunda – cris@novohamburgo.org

A reunião-almoço desta quarta-feira, 09, do Grupo Pensando Novo Hamburgo contou com a representante da entidade Nova Vida, Berenice Ody, apresentando o projeto Abrigar. Na ocasião ainda foram apresentados os resultados da obra realizada na Praça Assis Barreto da Costa e em uma rua do bairro ideal, onde há dois anos foram plantadas 100 mudas de cerejeira japonesa e, atualmente, as plantas floresceram e mudaram o cenário urbano.

Projeto Abrigar
O Nova Vida recebe meninos de 12 a 18, vindos de comunidades terapêuticas, onde já sem o uso das drogas, são abrigados e se busca inseri-los novamente nas famílias e na sociedade. A entidade existe há 10 anos, mas ainda não é reconhecida pelo governo como uma casa de passagem e, conta apenas com verbas de doações para a realização do trabalho.

Os meninos abrigados no Nova Vida são incluídos nas oficinas de teatro, música, boxe, hip hop, entre outros, e também é realizado um trabalho com a família para que este jovem possa ser novamente aceito. Para estar no projeto, todos freqüentam a escola. Para dar continuidade e implementar novas ações, Berenice diz que a entidade precisa do apoio da comunidade e dos empresários, que podem ajudar abrindo espaço de trabalho para esses meninos.

O Projeto Abrigar tem as metas de oferecer curso de informática, padaria, cozinheiro e soldador para os meninos e está buscando parcerias. Entre os objetivos também estão a ampliação de vagas e atendimento às famílias, além de abrir vagas para meninas e mães. “Esses meninos precisam ser olhados com outros olhos, eles chegam debilitados e precisamos realizar um trabalho de resgate da sua cidadania para inseri-lo novamente ao convívio social”, disse Berenice.

Alguns parceiros do Pensando Novo Hamburgo já se ofereceram para apoiar o projeto. Madalena Dapper, representante da Associação dos Contabilistas, fará a doação de cerca de 40 quilos de alimentos que já haviam arrecadado. O diretor da Tinta e Cor, Leonardo Silveira, se ofereceu para promover curso profissionalizante de pintura. O diretor da Semopsu, Cristiano Coller, se disponibilizou a fazer uma quadra de vôlei e uma de futebol para as atividades esportivas.

Confira também:
resultado da revitalização na Praça Assis Barreto da Costa

Compartilhar

PEC dos Vereadores: Novo Hamburgo pode ter 21 cadeiras em 2010

Avançar »

Últimos dias para aproveitar as ofertas das confecções na Festa Nacional do Calçado

Um comentário

  1. PAULO HENRIQUE SILVEIRA
    10 de setembro de 2009

    MUITO OBRIGADO PELO ESPAÇO E ATENÇAO DO GRUPO PENSANDO NOVO HAMBURGO !

    PAULO HENRIQUE SILVEIRA
    COORDENADOR EXECUTIVO
    NOVA VIDA

    35825269
    97159500

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*