• Visualizações 328

Arrecadação de impostos bate recorde e inadimplência é a maior em mais de dois anos

No acumulado do ano, arrecadação chegou a R$ 174,482 bilhões. Taxa de inadimplência permaneceu estável em 7,6% em fevereiro deste ano, no maior patamar desde  2009. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A arrecadação de impostos e contribuições federais no mês passado atingiu R$ 71,902 bilhões, um recorde histórico para meses de fevereiro. O resultado representa um crescimento real de 5,91% em comparação a fevereiro de 2011.

As informações foram divulgadas pela Receita Federal nesta terça-feira, dia 27. Em relação a janeiro, a arrecadação teve uma queda de 30,22%. No acumulado do ano, a arrecadação chegou a R$ 174,482 bilhões, valor já corrigido pela inflação. Em comparação ao período acumulado de 2011, a variação foi de 5,99%.

De acordo com os dados divulgados pelo governo, tiveram influência na arrecadação de fevereiro, entre outros fatores, a antecipação do recolhimento de impostos do setor financeiro. A Receita destacou ainda que o comportamento dos indicadores macroeconômicos influenciaram a arrecadação dos impostos. Se por um lado, houve uma queda na produção industrial em janeiro de 3,4% em comparação a janeiro de 2011, o crescimento no volume geral de vendas foi de 7,7% e da massa salarial de 16,51% na mesma comparação.

Inadimplência atinge maior

nível em mais de dois anos

Também em fevereiro, a taxa de inadimplência das pessoas físicas, que mede atraso de pagamento superior a 90 dias, permaneceu estável em 7,6% em fevereiro deste ano, no maior patamar desde dezembro de 2009 (7,7%), informou nesta terça o Banco Central.

Em dezembro do ano passado, a taxa estava em 7,4% (número revisado), passando para 7,6% em janeiro deste ano. Em todo ano passado, a taxa de inadimplência das pessoas físicas avançou 1,7 ponto percentual, visto que estava em 5,7% no fim de 2010.

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa

Compartilhar

RS: Taxa de desemprego registrada na região Metropolitana é a menor em fevereiro desde 2002

Avançar »

Após aumento a renda do trabalhador, vendas dos supermercados sobem 11,58% em um ano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*